quarta-feira, 23 de junho de 2010

Suzano investe em tecnologia florestal

A Suzano Papel e Celulose fechou a compra da Futuragene PLC, empresa de pesquisa e desenvolvimento de biotecnologia direcionada para os mercados de culturas florestais e biocombustíveis.
A companhia pagará cerca de US$ 82 milhões por 92,8% das ações da empresa com sede em Londres e ações negociadas na Bolsa local.
A Suzano já detinha uma participação indireta de 7,12% no capital da Futuragene desde 2001. Trata-se da primeira aquisição da Suzano em tecnologia florestal.
A Futuragene trabalha em inovações para atender a crescente demanda mundial por fibras, combustíveis, alimentos e para proporcionar melhor utilização de recursos naturais, como terra e água.
Em fase mais adiantada estão as técnicas para o incremento da produtividade florestal voltada à produção sustentável de madeira para o processo industrial.
O desenvolvimento do etanol celulósico também pode ser uma oportunidade de investimento no futuro.
Apesar de esse segmento ainda não ser considerado no planejamento de negócios da companhia, o desenvolvimento de compostos que podem substituir insumos tradicionalmente produzidos a partir de derivados de petróleo está no radar de empresas com atuação do setor de celulose.
Reconhecida como uma empresa forte em inovação, a Suzano foi a primeira a produzir celulose a partir do eucalipto, hoje amplamente aceita pelo mercado.
Em fato relevante divulgado em meados de maio, quando a Suzano apresentou a proposta de aquisição do controle da Futuragene aos seus acionistas, a empresa informou que a transação possibilitará a obtenção de sinergias nos esforços de pesquisa e desenvolvimento florestal, que está entre os principais fatores de competitividade da companhia.

Fonte: Folha de S. Paulo - 23/06/10

Nenhum comentário:

Postar um comentário