domingo, 14 de novembro de 2010

Alto custo dificulta venda de energia verde

De janeiro a setembro, número de novos projetos de geração eólica nos EUA caiu 72% em relação ao mesmo período de 2009

A empresa de parques eólicos de Michael Polsky estava indo tão bem em 2008 que os bancos não tinham problema em emprestar milhões para financiar seu esforço de iluminar os Estados Unidos com eletricidade limpa. Mas dois anos depois, Polsky tem um produto difícil de vender.

Entenda como funciona a energia eólica
Foto: Arte iG

Entenda como funciona a energia eólica

Sua empresa, a Invenergy, tinha um contrato para vender energia a uma companhia de distrubuição na Virgínia, mas reguladores estaduais rejeitaram o acordo, mencionando a recessão e os preços mais baixos do gás natural e de outros combustíveis fósseis.

Foto: Getty Images

Pás de moinho de energia eólica


"Os contribuintes do Estado da Virgínia devem ser protegidos dos custos da energia renovável, que são anormalmente elevados", disseram os reguladores. A energia eólica teria aumentado a fatura mensal de um consumidor residencial típico em 0,2%.

Mesmo com muitos políticos, ambientalistas e consumidores decidindi apoiar o uso de energias renováveis e, com isso, reduzir a dependência dos combustíveis fósseis, um número crescente de projetos está sendo cancelado ou atrasado porque os governos não estão dispostos a aumentar as contas dos consumidores de eletricidade.

Acordos de compra de energia renovável foram adiados ou cancelados em diversos Estados, incluindo Flórida, Idaho e Kentucky, além da Virgínia. Até o final do terceiro trimestre, as novas instalações de energia eólica caíram 72% em relação aos níveis de 2009, de acordo com a Associação Americana de Energia Eólica.

A eletricidade gerada a partir do vento ou do sol ainda custa mais do que a do carvão ou gás natural. Os preços dos combustíveis fósseis diminuíram em parte porque a recessão reduziu sua demanda. A diferença de preço preocupa os reguladores, que acreditam ter a função de proteger os consumidores de preços mais altos impostos pelas empresas de energia renovável e de serviços públicos, muitas das quais estão dispostass a pagar preços mais altos agora para garantir um portfólio mais amplo de energia no futuro.

Certamente, um grande volume de desenvolvimento de energia renovável ainda está em andamento. Muitos defensores argumentam que o preço mais alto da energia renovável em relação aos combustíveis fósseis a tornará mais competitiva. Os defensores também argumentam que ainda que os custos sejam maiores agora, conforme a tecnologia amadureça e cadeias de abastecimento e bases de produção criem raízes, as fontes limpas de energia se tornarão mais atraentes.

Perguntas difíceis de responder

Além disso, os maiores custos da extração e queima de combustíveis fósseis sobre a saúde humana, o clima e o meio ambiente, segundo muitos defensores, fazem das tecnologias renováveis, como a energia eólica, mais baratas.

Foto: Getty Images

Parque de energia eólica na Califórnia: custo tem afugentado os entusiastas do modelo

"Um dos problemas nos Estados Unidos é que não estamos dispostos a responder às perguntas difíceis", disse Paul Gipe, que integra o comitê diretor da Aliança para a Energia Renovável, um grupo que defende a reforma da política energética.

"Temos que nos perguntar: 'Será que realmente queremos energias renováveis?'", disse. "E se a resposta é sim, então vamos ter de pagar por elas".

Fonte: The New York Times | 14/11/10

Nenhum comentário:

Postar um comentário