sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Ações comerciais em aeroportos da Infraero renderam mais de R$ 40 milhões em 2015

A receita com a comercialização de espaços para ações eventuais de promoção comercial em 60 aeroportos da Rede Infraero somou R$ 40, 1 milhões, um incremento de aproximado de 61% na comparação com o mesmo período de 2014. Esse resultado se deve às novas estratégias de trabalho desenvolvidas pela área comercial da empresa.
      
“O projeto foi elaborado com o firme propósito de conquistar novos concessionários para os aeroportos nas diversas modalidades existentes e segue a nova estratégia de segmentação de negócios comerciais”, afirma a superintendente de Negócios em Varejo Aeroportuário, Rubiana da Silva Martins. Ela acrescenta que a Infraero tem buscado novas empresas no mercado para testar seus produtos ou serviços no ambiente aeroportuário. Publicidade, varejo e alimentação são alguns dos setores contemplados na modalidade ação eventual e promocional que fecharam contratos recentes em aeroportos, como Santos Dumont (RJ), Congonhas (SP), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Manaus (AM).  Do total apurado no ano passado, cerca de R$ 10 milhões vieram de ações realizadas no terminal de Congonhas.
      
Rubiana observa que as áreas de alimentação e varejo se destacam, mas os espaços nos terminais são destinados a receber qualquer tipo de atividade. A busca por novas marcas é realizada por meio de visitas a shoppings, centros comerciais e feiras de negócios, entre outras estratégias. Para 2016, a meta de trabalho é intensificar essa rotina de consulta ao mercado por novas empresas e marcas interessadas em explorar o mercado aeroportuário.

Quiosque-SDU-Churros
      
Além da nova dinâmica de trabalho da atividade comercial, a Infraero criou um portal específico do setor de negócios em aeroportos. O endereço eletrônico www.negociosaeroportuarios.com apresenta diversas oportunidades para a instalação de atividades em espaços na rede de aeroportos. A ferramenta digital oferece um acervo detalhado de informações sobre como empresas e empreendedores com foco no desenvolvimento do mix comercial podem participar de licitações e abrir um negócio nos terminais da Infraero.
      
Para a superintendente da Infraero, os resultados já obtidos e as perspectivas para o fechamento deste ano mostram que as estratégias executadas para atração de ações eventuais estão no caminho certo. A projeção estimada de receita com ações eventuais deve chegar a R$ 50 milhões neste ano. “Esses dados já nos sinalizam que os ambientes aeroportuários são vitrines que geram efetivos resultados para marcas de diversas áreas”, ressalta.
      
Responsáveis por 60% do movimento aéreo no país, há aeroportos da Rede Infraero nas cinco regiões do Brasil. A demanda por esse tipo de ação, principalmente em terminais das regiões Nordeste e Sul, aumenta nos períodos de férias (dezembro a março) e em datas comemorativas, entre junho e agosto. No entanto, há casos em que o interesse comercial se mantém durante o ano todo, como em aeroportos da região Sudeste e Centro-Oeste.  A movimentação nos aeroportos administrados pela estatal soma mais de 120 milhões de passageiros por ano.

   Assessoria de Imprensa - Infraero

Nenhum comentário:

Postar um comentário