segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Obras hídricas fortalecem agricultura familiar no Sertão de Pernambuco

Com investimento de R$ 418 mil, a modernização do sistema de abastecimento da região vai beneficiar cerca de 10 mil habitante


INGAZEIRA - Um pacote de ações que contemplam as áreas de segurança hídrica, infraestrutura urbana e o fortalecimento da agricultura familiar foi assegurado à população do Sertão do Pajeú, neste fim de semana pelo governador Paulo Câmara. Depois de cumprir agenda em Quixaba, o gestor estadual seguiu para o município de Ingazeira, onde autorizou o início das obras de modernização do sistema de abastecimento de água da região, lançou os Programas Terra Pronta e Distribuição de Sementes, e também inaugurou, no Distrito de Santa Rosa, a Praça Joaquina de Brito Veras, revitalizada com recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM).

"Diante de tantos desafios e restrições econômicas, temos buscado priorizar aquilo que é mais importante. As questões relativas às obras viárias e hídricas são essenciais e temos feito um esforço adicional. Eu venho ao Pajeú hoje para reafirmar isso. Visitar algumas obras que precisam avançar mais, dar ordem de serviço de algumas estradas. Temos a certeza de que vamos poder avançar e melhorar a vida das pessoas", garantiu o chefe do Executivo estadual.

ÁGUA - Com investimento de R$ 418 mil, a modernização do sistema de abastecimento da região vai beneficiar cerca de 10 mil habitantes das cidades de Ingazeira e Iguaraci, além do Distrito de Jabitacá. As localidades eram abastecidas a partir da Barragem do Rosário, localizada no município de Iguaraci. Apesar da capacidade de armazenar 34 milhões de metros cúbicos, o equipamento encontra-se em colapso em decorrência da estiagem.

Ao lembrar o momento de grave crise hídrica que acomete o Estado e o Nordeste, que enfrentam o quinto ano consecutivo de seca, o presidente da Compesa, Roberto Tavares, detalhou como o processo foi realizado para amenizar os efeitos do período de estiagem. "A Barragem do Rosário, que fica aqui na região, atendeu durante muitos anos não só Ingazeira, como Iguaraci e Tuparetama. E, como o município de São José do Egito, não tinha outra alternativa, fizemos de forma emergencial uma adutora de 54 km para levar água da Adutora do Rosário para São José do Egito. Agora, Rosário está sem água, não teve chuva suficiente e a gente está invertendo", explicou.

Partindo do município de Tuparetama, que passou a ser abastecido pela Adutora do Pajeú em dezembro de 2015, a Compesa está restabelecendo o abastecimento para as localidades de Ingazeira, Iguaraci e Jabitacá com água oriunda da Adutora do Pajeú, com o aproveitamento da adutora que abastecia Tuparetama - a partir da barragem do Rosário. Essa intervenção consiste na implantação e energização de uma estação elevatória para o transporte da água em fluxo inverso até as localidades de Ingazeira, Iguaraci e Jabitacá. O sistema de abastecimento emergencial já se encontra em operação, restando a execução dos serviços complementares e modernização.

"Fiquei feliz, governador, em ver o senhor autorizar o projeto de abastecimento de água de Santa Rosa, que é um problema seríssimo aqui. Essa comunidade tem mais de 200 famílias. Está sendo abastecido por carros- pipas. A Compesa já tem uma infraestrutura, já tem a distribuição de redes, tem uma parte da tubulação ligando com Ingazeira, a gente vai concretizar o sonho dessa comunidade", comemorou o prefeito de Ingazeira, Luciano Torres.

AGRICULTURA FAMILIAR
- Ainda durante sua passagem pelo município, o governador Paulo Câmara lançou os programas Terra Pronta e Distribuição de Sementes para a toda a Regional de Afogados da Ingazeira, que compreende 13 municípios. No total, o Governo do Estado está investindo R$ 800 mil nas duas ações. Serão distribuídas 139 toneladas de sementes (milho, sorgo e feijão) e arados 1.446 hectares de terra, beneficiando cerca de 28 mil agricultores.

"Isso vai dar a condição das famílias trabalharem a sua própria terra e na produção de alimentos, melhorando a geração de renda e emprego, o que é muito importante em um momento como o que estamos vivendo", destacou o governador Paulo Câmara.

Secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, destacou a importância da ação. "São programas exitosos do Governo do Estado que, ao longo de quatro anos, vem fazendo a diferença no mundo rural. Pernambuco é o único Estado que distribui sementes aos seus agricultores e faz a aração de terra de graça. Em 2016, serão investidos em todo o Estado R$ 8 milhões nos dois programas. A gente não podia, em um momento de iniciar as chuvas, atrasar o processo de distribuição de sementes.  Temos muita esperança de, em 2016, fazer um bom plantio e uma boa colheita, atendendo a expectativa do povo pernambucano", concluiu.

Natural de Tabira, mas morador de Ingazeira desde os quatro anos de idade, o agricultor Severino Marques da Silva, 57 anos, aprova a iniciativa.
"Se não fossem esses programas, ficaria difícil. Condição financeira o agricultor não tem. Colocar o armador para arar não dá porque uma hora de trator custa R$ 100. Um dia de arado de tração animal é R$ 150. Se o cara não tem como ganhar, como é que vai pagar? A gente tem que agradecer a Deus, primeiramente. Sem o programa, a gente não tinha como fechar o plantio porque não tem condições financeiras", ressaltou.

Do que planta e colhe em sua propriedade, Severino sustenta a esposa  e quatro filhos.

Com a distribuição de sementes, agricultores familiares recebem exemplares de boa qualidade das culturas de sequeiro para o plantio, melhorando a produtividade e gerando renda para as famílias de meio rural. Já o Terra Pronta prepara o solo das unidades de produção familiar rural para receber o plantio das culturas de sequeiro (técnica agrícola para cultivar terrenos). O Programa Terra Pronta atende agricultores de base familiar com infraestrutura rural e serviços básicos de produção agrícola e pecuária.

FEM - O repasse de verba concedido pelo Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM) garantiu mais uma obra de infraestrutura urbana para população pernambucana. Desta vez os beneficiados foram os moradores do Distrito de Santa Rosa, situado no município de Ingazeira, que vão poder desfrutar da nova Praça Joaquina de Brito Veras.  Totalmente requalificado, o equipamento, que serve de espaço de socialização e lazer para os moradores, conta com quiosques, área para a prática de exercícios físicos, além de uma pista de cooper com 600 metros.  O investimento foi de R$ 236,8 mil, com contrapartida de R$ 10 mil da prefeitura do município.

“Obras do FEM como as que a gente inaugura aqui hoje em Ingazeira é uma mostra de que podemos confiar nas parcerias. Podemos, sem receio, repassar os recursos para os gestores porque eles vão dar os resultados. Quero parabenizar o prefeito Luciano pela sua dedicação e responsabilidade na aplicação dos recursos tão importantes para sua cidade. Ele tem feito a aplicação de maneira muito profissional e, ao mesmo tempo, com um espírito público muito grande", elogiou o governador Paulo Câmara.

No total, o FEM 2014 destinou R$ 452,8 mil para Ingazeira. Além da praça, os recursos foram aplicados na pavimentação de ruas e na reconstrução do Posto de Saúde da Família no assentamento Sítio Jorge. Estas duas obras já foram concluídas e entregues à população.  Já os recursos da primeira edição do FEM, em 2013, foram utilizados pela prefeitura na reforma de canteiros e pavimentação de ruas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário