segunda-feira, 14 de março de 2016

Biblioteca e atividades esportivas movimentam o primeiro dia de funcionamento do Compaz no Recife


Contação de história, slackline e oficina de hóquei sobre patins chamaram a atenção de jovens e crianças. Andréa Rêgo Barros/PCR


Contação de história, slackline e oficina de hóquei sobre patins chamaram a atenção de jovens e crianças. Fotos: Andréa Rêgo Barros/PCR

O primeiro dia de funcionamento do Compaz Governador Eduardo Campos, no Alto Santa Terezinha, foi marcado por atividades esportivas e visitação à biblioteca Afrânio Godoy. 
Na área externa, jovens aproveitaram opções de exercícios físicos, que foram organizados para a população. A oficina de hóquei sobre patins e o slackline chamaram a atenção da garotada.

O Compaz foi inaugurado pelo prefeito Geraldo Julio (PSB) no último sábado (12). Nos 850 metros quadrados da biblioteca Afrânio Godoy, crianças, jovens e adultos estiveram à procura de um livro ou foram conferir de perto o que tinham escutado falar. 

“Nunca estive numa biblioteca tão grande como essa. Quero ler todos os gibis que têm aqui”, disse Nívea Viana dos Santos, 13 anos. Já a amiga Luana Leite de Souza, 10 anos, declarou que está ansiosa “para aprender a mexer no computador e navegar pela internet”.

Compaz

Outra atração na biblioteca que fez sucesso entre os pequenos foi a contação de história. 
A arte educadora Rebeca Bandeira recebeu 30 crianças, entre cinco e 13 anos.

E como domingo é de dia de diversão, não foi diferente para quem se juntou às equipes dos programas 2◦ Tempo e Esportes e Lazer da Cidade (PELC). 

Das modalidades oferecidas, duas chamaram atenção da garotada: a oficina de hóquei sobre patins e o slakline. “Muitos não conheciam, nem tinham ouvido falar. Foi bacana ver a curiosidade e o interesse deles”, revela Ângelo Santos, coordenador do 2◦ Tempo.

Para os mais velhos, a ginástica colocou todo mundo para se mexer e fortalecer a musculatura. “Atingimos todas as idades”, completa o educador físico.

Compaz

No último andar, espaço de artes marciais, o Dojô, mais de 50 pessoas passaram pelo tatame. O professor Daigo começou a manhã colocando os presentes para alongar, depois aquecer, mostrou a parte técnica e, em seguida, chão: foi dia dedicado ao Jiu Jitsu. Em abril tem aluno lutando no exterior. Davison Fernandes, de 15 anos, luta dia 22 em Dubai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário