quinta-feira, 10 de março de 2016

Caruaru sedia a Agreste Tex

O evento tem como objetivo levar o que há de mais moderno no segmento têxtil em tecnologia, produtos, serviços e informação ao polo de confecção do Agreste de Pernambuco, formado por 13 cidades: Agrestina, Belo Jardim, Bom Jardim, Brejo da Madre de Deus, Caruaru, Cupira, Riacho das Almas, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, Surubim, Taquaritinga do Norte, Toritama e Vertentes.

A Agreste Tex 2016 conta com o apoio das seguintes entidades:  Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq); – Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos para Confecção (Abramaco);  Associação Brasileira de Técnicos Têxteis (ABTT) ;  Associação Comercial e Industrial de Toritama (ACIT);  Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (ASCAP);  Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE -);  Sindicato da Indústria Têxtil do Estado de Pernambuco (Sinditêxtil-PE ); e  Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT).

“A expectativa para a terceira edição da ‘Agreste Tex’ é positiva, pois esperamos receber cerca de 12 mil visitantes que, além de conhecer os lançamentos dos expositores, poderão acompanhar o 3º Fórum Digital by Usefashion e participar do 3º Ciclo PE de Moda, Arte & Sustentabilidade dentro da programação paralela da feira”, informa Hélvio Roberto Pompeo Madeira, diretor-presidente da FCEM|Febratex Group,.

O presidente da ACIC, Osíris Lins Caldas, analisa que a Agreste Tex é “um evento que fecha o círculo virtuoso do Polo de Confecções do Agreste, trazendo para a nossa cidade o que há de melhor e mais moderno no que diz respeito ao maquinário próprio para a indústria de confecções. Tudo isso faz parte de uma estratégia para o desenvolvimento do Arranjo Produtivo Local”.

Programação paralela

Com o objetivo de levar informação para o polo de confecção do Agreste Pernambucano, a feira conta com uma programação paralela que destaca o 3º Ciclo PE Moda, Arte & Sustentabilidade, coordenado pelo artista plástico, cenógrafo e consultor de moda e mercado, Leopoldo Nóbrega. O Ciclo PE conta com a participação do Coletivo Ativistas da Moda para debater o tema central: Moda Mundo Muda Modos sobre os desafios dos novos tempos, mudanças estratégicas e desenvolvimento sustentável e o 3º Fórum Digital by Usefashion, apresentando os cenários de comportamento de consumo e preview de matéria-prima.

Também será captado durante a Agreste TEX 2016 conteúdo para o documentário #Pernambuco Sustentável, dirigido por Leopoldo Nóbrega, com roteiro assinado pelo Coletivo Ativistas da Moda e realização do Espaço Multicultural Arte Plenna. Idealizado por Leopoldo Nóbrega e pela artista plástica e arte-educadora Maria do Carmo da Silveira Xavier em 2012. A realização é do Espaço Multicultural Arte Plenna e a produção executiva de Germana Xavier Nóbrega.

Nenhum comentário:

Postar um comentário