quinta-feira, 24 de março de 2016

Chega a Pernambuco mais um aliado no combate ao câncer

A braquiterapia 3D, disponível no Real Hospital Português, usa imagens de tomografia e ressonância para calcular de forma precisa a radiação.

hospportugues_braquiterapia (Foto: Divulgação Hospital Português)

Sala de braquiterapia e equipamento responsável
por realizar a nova técnica de radiação.

O Centro de Oncologia do Real Hospital Português passa a oferecer, a partir de março, todas as possibilidades de tratamento oncológico radioterápico com a aquisição do equipamento de braquiterapia, mais conhecida como radioterapia interna. O novo aparelho ainda incorpora a técnica de braquiterapia 3D, garantindo maior precisão no cálculo da radiação.

Segundo o radioterapeuta Ernesto Roesler, a braquiterapia é uma forma de radioterapia em que se coloca uma fonte de radiação dentro ou junto à área que necessita de tratamento. “Nesta modalidade, a radiação é mais concentrada, o espalhamento é muito pequeno, poupando áreas sadias. Por ser mais focada, também há redução no ciclo de tratamento. Dependendo do caso, a braquiterapia pode ser usada de forma isolada ou combinada com outras formas de tratamento”, explica.


hospportugues_drernesto (Foto: Divulgação Hospital Português)

Dr. Ernesto Roesler, chefe da radioterapia do
Hospital Português.

A sala onde está instalado o robô da braquiterapia está equipada com aparelhos de raio-x digital wireless, ultrassom e carro de anestesia para auxiliar os procedimentos, a maioria deles realizados com sedação. É possível ainda fazer braquiterapia 3D, usando imagens de tomografia e ressonância, que permitem um cálculo ainda mais apurado para radiação. “Nosso serviço dispõe de um tomógrafo 4D dedicado à aquisição de imagens para planejamento da braquiterapia. Somos o único centro em Pernambuco com braquiterapia com técnica 3D disponível”, ressalta Roesler.

As indicações mais frequentes são para câncer de colo de útero, endométrio, vagina, próstata e sarcomas de partes moles, podendo também ser utilizada em outros tipos de tumores como tratamento complementar, a exemplo dos tumores de mama e esôfago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário