quinta-feira, 17 de março de 2016

Diabéticos e celíacos também podem aproveitar a Páscoa


A Semana Santa é um período do ano em que se aumenta significativamente o consumo de chocolates, peixes, vinhos e aperitivos pascais. Isso representa um risco que vai além da balança para diabéticos e celíacos. A nutricionista Karla Conolly, do Hospital Jayme da Fonte, explica como este grupo pode aproveitar a Semana Santa, sem descuidar da saúde.
Celíacos são pessoas que apresentam intolerância permanente ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, cevada, centeio e aveia. A doença atinge cerca de 1% da população. Ela pode surgir em qualquer idade e os sintomas estão relacionados ao aparelho digestivo. Mas os celíacos podem ficar aliviados, pois é já comum encontrar no mercado ovos de chocolate sem glúten em sua composição. “Basta ficar atento às embalagens e consumir os chocolates livres do componente”, explica a nutricionista.
 Para quem tem diabetes, o chocolate diet é a solução. Ele é um produto específico para quem tem restrições aos açúcares. “Mesmo assim, não se deve exagerar. O chocolate diet é rico em gordura e possui alto valor calórico, portanto, é necessário um consumo controlado”, reforça Karla. A nutricionista também alerta para a diferença entre os produtos diet e light: “alimentos classificados como light têm uma redução de pelo menos 25% de calorias ou de algum nutriente; e alimentos diet são indicados para quem tem necessidade de alguma restrição específica como no caso dos alimentos diet isentos de açúcar”.
 “No final das contas, o importante é estar atento às embalagens dos produtos para verificar as informações nutricionais, composição, grau de calorias e quantidade de aditivos químicos. É preciso saber o que estamos ingerindo, além de evitar os excessos. Assim, dá para aproveitar a Páscoa sem comprometer a saúde”, finaliza a nutricionista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário