segunda-feira, 21 de março de 2016

Estácio vai abrir mais um campus em Jaboatão dos Guararapes

Inicialmente, a unidade vai demandar um investimento de R$ 1,5 milhão a R$ 2 milhões

Presidente da Estácio, Rogério Melzi fala que a empresa vai abrir um novo campus em Jaboatão dos Guararapes / Divulgação/ Estácio

Presidente da Estácio, Rogério Melzi fala que a empresa vai abrir um novo campus em Jaboatão dos Guararapes

Divulgação/ Estácio

O grupo Estácio se prepara para fazer mais uma expansão no Grande Recife: a abertura de um campus em Jaboatão dos Guararapes que vai demandar, inicialmente, um investimento de R$ 1,5 milhão a R$ 2 milhões. “A nossa intenção é começar com poucos cursos e depois ir ampliando”, diz o presidente da Estácio, Rogério Melzi. A empresa já tem três campus no Recife (na Abdias de Carvalho, San Martin e Boa Viagem) onde estudam cerca de 15 mil alunos, além de cinco polos de Educação à Distância (EAD) com mais de 2 mil alunos no Estado. O 6º polo de EAD vai ser inaugurado este semestre em Caruaru, no Agreste.

A data do início da implantação do campus de Jaboatão depende da aprovação do Ministério da Educação. “A Estácio vai continuar crescendo organicamente e inorganicamente este ano”, comenta Melzi. E a crise ? “Hoje, temos em caixa cerca de R$ 700 milhões. A tendência é que haja mais oportunidades de negócios com quem não se preparou para essa turbulência. Estamos sendo mais procurados para fazer aquisições do que éramos há dois anos”, comenta. Ele adianta que há algumas conversas com empresas pequenas também em Pernambuco, mas não revela nomes. A Estácio fez 25 aquisições desde 2008.

Como a empresa é listada em bolsa, Melzi não divulga a expectativa dos números previstos para 2016. No ano passado, a Estácio cresceu 14% em alunos, 25% em faturamento e 33% no lucro, mesmo com a crise na economia e as alterações do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) que impactaram os cursos superiores em várias faculdades particulares.

Rogério Melzi veio ao Recife para dar a primeira aula inaugural da disciplina Planejamento de Carreira e Sucesso Profissional que faz parte dos cursos superiores da instituição. A cadeira tem 11 encontros presenciais e 11 aulas via EAD. “O objetivo é abordar questões que todo mundo quer saber e ninguém pergunta, aproximando os alunos da realidade. Senão prepararmos os alunos para lidar com o mundo do trabalho, estamos falhando. 

Essa disciplina vai levantar discussões importantes”, resume. Participarão dessas aulas personalidades como o Max Gehringer (que falará sobre o comportamento no mercado de trabalho), Gustavo Cerbasi (que abordará o planejamento da vida financeira), a empreendedora Bel Pesce e o físico Ronaldo Mota, também reitor da instituição.


A Estácio encerrou 2015 com um total de 502 mil alunos de graduação e pós-graduação. A Estácio é de capital aberto, tem mais de 6 mil acionistas e 20 operações em todo o Brasil. O maior acionista é um fundo americano (como acionista passivo) que detém 16% de participação. O segundo maior é a família do empresário Chaim Zaher com 12%.

JC Economia

Nenhum comentário:

Postar um comentário