sexta-feira, 11 de março de 2016

Governo do Piauí firma parceria com OAB para qualificação em PPPs

O projeto terá inicio no dia 01 de abril, a partir das 14h, no auditório da OAB.

Ranilza Pires

Superintendente Viviane Moura trata de parceria com o presidente da OAB.
 (Foto:Ascom Suparc)

A superintendente de Parcerias e Concessões do Governo do Estado do Piauí, Viviane Moura, esteve reunida, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, com o presidente, Chico Lucas, e membros da instituição para formalizar a implementação e desenvolvimento do projeto “Sexta com conhecimento”. O objetivo é aprimorar o conhecimento e desenvolver competências técnicas especificas sobre projetos de PPPs, concessões e outras parcerias com a iniciativa privada.

Com a parceria, a OAB, por meio da Escola Superior de Advocacia do Piauí (ESA-PI), contribuirá com o projeto com apoio logístico e, em razão da união de esforços, poderá contemplar advogados que tenham interesse em compreender melhor esses novos modelos. “Estamos abertos a novas parcerias que visam beneficiar os advogados e a sociedade, sejam por meio de apoios e/ou cursos de qualificação”, disse Chico Lucas, presidente da OAB-PI.

A superintendente de Parcerias ressalta a importância do aprimoramento das equipes que realizam os estudos necessários para viabilizar a contratação de cada projeto. “Nossa missão é poder desenvolver competências e possibilitar melhor desempenho das atividades da Suparc e dos órgãos parceiros, e também do mercado local. Buscamos o aprimoramento tanto na parte técnica, quanto teórica nesse segmento, a fim de uniformizar e universalizar o conhecimento”, destacou Viviane Moura.

A Suparc espera que os participantes envolvidos sintam-se capazes de aplicar a vivência dos estudos na prática ao desenvolver os projetos e na produção de documentos técnicos. O projeto, que já vem sendo desenvolvido pela Suparc, terá início já com a participação da OAB, no dia 01 de abril, a partir das 14h, no auditório da OAB, com assinatura do Termo de Cooperação entre o Estado e OAB e aula do professor Bruno Aurélio, especialista em PPP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário