segunda-feira, 14 de março de 2016

Hapvida reforça atendimento com nova unidade no Recife

Divulgação
Unidade, no Derby, terá serviço de urgência e emergência

Para oferecer mais comodidade aos milhares de pacientes que têm procurado as emergências pernambucanas em decorrência do surto de arboviroses provocadas pelo Aedes aegypti, o Sistema Hapvida vai inaugurar mais um centro médico no Recife. A unidade entra em operação ainda neste mês, no bairro do Derby, área Central do Recife, com serviço de urgência e emergência em clínica médica 24 horas por dia. 

Orçado em R$ 4 milhões, o empreendimento pode realizar até 45 mil atendimentos mensais.


“É mais uma alternativa para o cliente que busca atendimento médico de qualidade, ainda mais neste momento sério de saúde pública, com essas viroses que estão deixando todo mundo doente. Basta dar uma volta nas emergências da Cidade, sejam públicas ou privadas, para ver que estão todas cheias, com tempo de espera alto. 

O que nós estamos buscando é o caminho contrário. É oferecer um serviço rápido e de qualidade em uma área de acesso fácil, como o Derby”, disse o superintende da área médica do Hapvida, Cláudio de Simone.

Na rua da Baixa Verde, perto da Praça do Derby, a clínica conta com mais de 1,8 mil metros quadrados de área construída. São 17 consultórios, 28 leitos, 22 poltronas de medicação, seis boxes de coleta e diversas salas para realização de curativos e exames como ultrassonografias, tomografias e eletrocardiogramas. 

O Hapvida estima que, nos primeiros meses de funcionamento, a unidade deve receber de 10 a 15 mil pacientes. 

A estrutura, no entanto, tem capacidade de realizar até 45 mil atendimentos mensais. 
Com isso, deve incrementar em 60% a capacidade de atendimento da operadora de saúde.

“É um investimento muito grande. Investimos mais de R$ 4 milhões e contratamos mais de 200 pessoas, fora as equipes médicas”, reconheceu Cláudio de Simone, dizendo que Recife merece esse apoio porque está cada vez mais presente na carteira de usuários do Hapvida. Em 2008, eram 100 mil beneficiários; mas esse número já saltou para 350 mil. 

Para atender a tamanha demanda, a operadora de saúde mantêm centros de atendimento na Capital e também na Região Metropolitana do Recife, com unidades em Olinda, Paulista e Cabo de Santo Agostinho. São cinco hospitais, três pronto-atendimentos e 15 clínicas de saúde que atendem mais de 625 mil pacientes.

Crescimento

No Recife, o Hapvida já detém 34,3% do mercado de saúde suplementar; mas não é só na Capital pernambucana que a empresa tem ampliado sua presença. Maior operadora de saúde do Norte e Nordeste, o Hapvida cresceu 10% no ano passado e superou a meta de 142% de vendas no varejo em janeiro deste ano, mesmo com os planos de saúde tendo registrado uma queda de 1,5% no número de usuários, segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS).

Nenhum comentário:

Postar um comentário