quinta-feira, 10 de março de 2016

Hospital da Mulher do Recife será entregue no Dia das Mães

img_alt

Prefeito Geraldo Julio e o governador Paulo Câmara vistoriaram o equipamento neste Dia Internacional da Mulher. A unidade está 99% concluída. (Foto: Andréa Rêgo Barros/ PCR)



"Em uma data importante como esta, quero primeiro desejar parabéns a todas as mulheres do Recife, e ressaltar a importância de um equipamento como este para a cidade."
O prefeito Geraldo Julio, durante vistoria ao Hospital da Mulher do Recife Doutora Mercês Pontes Cunha, no bairro do Curado, marcou a data da entrega do equipamento exclusivo para a saúde das mulheres da capital pernambucana: Dia das Mães. Ao lado do governador Paulo Câmara, o prefeito circulou pelas instalações do hospital, que é a maior unidade de saúde já construída pela Prefeitura do Recife em toda a sua história. Iluminação, ar condicionados, instalações elétricas e hidráulicas de um modo geral já estão funcionando, além de alguns equipamentos, como os de raio-X e tomografia, que já estão instalados. Geraldo e Paulo ainda ratificaram um convênio para repasse de recursos, no valor de R$ 28 milhões, do Governo para a Prefeitura.
“Em uma data importante como esta, quero primeiro desejar parabéns a todas as mulheres do Recife, e ressaltar a importância de um equipamento como este para a cidade. Desta vez estamos fazendo esta visita com o governador Paulo Câmara. Temos o apoio do Governo do Estado para construir e equipar este hospital”, destacou Geraldo. “O povo do Recife vai ganhar o maior hospital já construído pela Prefeitura do Recife em toda a sua história. E isso é fruto de uma união de esforços”, acrescentou. O equipamento está com 99% da obra concluída, restando apenas pequenos detalhes, mobiliário e equipamentos.
O Governo do Estado entrou com um aporte de R$ 28 milhões para a obra. “A saúde pública é um desafio em todo o Brasil, onde os estados e municípios precisam colocar cada vez mais recursos para que ela funcione perfeitamente. Este hospital é uma grande contribuição para a saúde pública de Pernambuco. A unidade de saúde é de grande porte, moderna e oferecerá um atendimento humanizado, atendendo muitas mães e crianças recifenses”, disse o governador Paulo Câmara. “Tenho como exemplo no Hospital da Mulher do Recife a importância de levar equipamentos como este para o Agreste e para o Sertão do Estado”, continuou.
Algumas áreas, como a Urgência, estão 100% concluídas, com iluminação, piso, forro do teto, sistema de refrigeração, entre outros serviços. A sala da ressonância magnética, que recebeu investimento de R$ 3 milhões em equipamentos, também já está funcionando, restando apenas o revestimento das paredes. O Hospital da Mulher está sendo construído em uma área de 13 mil metros quadrados, localizado na BR-101, no Curado, Zona Oeste da cidade. A unidade contará com 150 leitos para o atendimento de mulheres a partir dos dez anos de idade que necessitarem de procedimentos de média e alta complexidade, com capacidade para 400 partos e 250 cirurgias por mês. O valor total do investimento, incluindo obra e equipamentos, é de R$ 118 milhões, com recursos próprios, do Governo do Estado e do Ministério da Saúde.
“O Hospital da Mulher tem como especialidade a emergência obstétrica, que é a emergência do parto. As mulheres serão encaminhadas para cá de alguma maternidade municipal ou pelo Samu, e serão atendidas aqui. O hospital é pronto para atender a alta complexidade dos casos, com UTIs, salas de tomografia, ressonância magnética, raio-X, e outras áreas. Mas além da tecnologia, o hospital tem como outra característica a humanização, com o parto humanizado e atendimento para mulheres vítimas de violência”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Jailson Correia.
Realizará cerca de 10.000 atendimentos ambulatoriais de pré-natal de alto risco, assistência ao parto e puerpério bem como atendimento em sub especialidades tais como: ginecologia infanto puberal, climatério, serviço de esterilização cirúrgica, mastologia e assistência à população LGBTT (lésbicas, bissexuais e transexuais). Contará ainda com banco de leite humano, endocrinologista, cardiologista, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta, odontólogos e enfermeiros. Ainda serão realizados mensalmente 2.680 ultrassonografias, 4.000 exames de raio-X e 1.320 exames de mamografia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário