quarta-feira, 2 de março de 2016

Rota do Atlântico - Energia solar em prol da segurança viária

Concessionária Rota do Atlântico utiliza energia limpa para alimentação de câmeras de monitoramento ao longo da via expressa de acesso ao Litoral Sul


A partir desse mês entra em vigor as novas regras para a geração de energia elétrica distribuída, trazendo incentivos na conta de luz para o uso energia solar. Mas quem já utiliza a energia limpa elenca benefícios que vão além do financeiros. É o caso da Concessionária Rota do Atlântico, administradora  do Complexo Viário de Suape, que utiliza energia limpa para garantir mais segurança aos motoristas. Câmeras que auxiliam o monitoramento 24h do tráfego na via expressa são alimentadas exclusivamente por painéis solares.
Um total de 11 equipamentos com a tecnologia sustentável já estão em funcionamento ao longo da rodovia. Outros 14 estão previstos para serem instalados. Cada uma das câmeras conta com um placa de captação de energia solar, transformada em energia elétrica, e transferida para uma bateria capaz de manter os equipamentos ligados durante a noite e em dias nublados. “Com a energia solar garantimos o funcionamento ininterrupto das câmeras, necessário para nossa operação 24h por dia”, explica o presidente da Rota do Atlântico, Elias Lages.   
Além da eficiência operacional, o principal ganho com a utilização da energia solar é ambiental. “Utilizamos uma energia renovável, com a redução das emissões de gases de efeito estufa. Especialmente no Nordeste, com alta incidência de raios solares, temos uma fonte de energia que precisa ser potencializada”, avalia Lages.

Nenhum comentário:

Postar um comentário