sábado, 26 de março de 2016

Usinas de carvão usam a mesma quantidade de água necessária para satisfazer 1 bi de pessoas

Por: Alissa Walker

poluicao-usinas


Adicione mais isso à sua longa lista sobre por que queimar carvão para gerar energia é uma ideia horrível. As usinas de carvão do mundo estão usando água suficiente para facilmente satisfazer as necessidades de um bilhão de pessoas por um ano. Pior: elas estão geralmente localizadas em áreas onde a água já é escassa.

Um estudo que o Greenpeace divulgou nessa semana analisou o consumo de água em usinas de carvão, o que inclui cerca de 8.359 que estão ativas e outras 2.688 planejadas para entrar em atividade. É muita água. Apenas para referência, pense nisso: uma usina de carvão de tamanho médio que gere 500 MegaWatt absorve o conteúdo de uma piscina olímpica de água a cada três minutos. A água não é só usada apenas durante o processo de geração de energia (geralmente no processo de resfriamento), mas também para extrair o carvão do solo.

Cerca de 44% dessas usinas ficam em áreas que não têm água doce o suficiente. Um quarto das novas usinas planejadas estão em locais em que o esgotamento de lençóis freáticos foram acelerados — a falta de água, em algumas vezes, foi causada pelo carvão ou extração de petróleo. E, claro, ter usinas de carvão na região pode piorar a qualidade de água ainda mais em função da contaminação de produtos residuais.

usinas-china
Mapa mostra insegurança aquífera no norte da China, que tem cada vez mais usinas de carvão

O estudo, especificamente, demostra que a corrida para construir mais usinas de carvão na China — mais de 200 estão planejadas para entrar em atividade no país — está aumentando a seca no norte. E algumas usinas chinesas não estão ainda nem operando em capacidade plena, pois já há muitas delas. Mesmo assim, elas ainda não foram fechadas.

Embora a escala de consumo de carvão da China seja imenso, o país não é o único vilão desse setor: as autoridades estão tomando providências dramáticas para se livrar da produção de carvão.

A Índia, onde a poluição do ar é muito pior, não tem só um problema de queima de carvão. Eles também estão passando por uma difundida devastação de suas terras produtivas causadas pela falta de água. Os Estados Unidos estão um pouco melhor nesse ramo, pois o gás natural já superou o carvão como forma de energia mais usada no último ano. Quais são as nações mais dependentes da produção de carvão? Polônia e África do Sul, onde 85% da energia provém desse tipo de fonte.

Algumas usinas estão testando formas de reduzir o consumo de água, com um método chamado “resfriamento à seco”, que pode ajudar um pouco. Isso pode mudar algo na política sobre uso de água, que prioriza o acesso do recurso às usinas de carvão. No entanto, segundo o estudo, a melhor solução é frear dramaticamente nossa dependência de carvão. Sol, vento e gás natural são algumas das opções que são bem melhores do que o carvão — e não apenas quando se trata de economizar água.

[Greenpeace]
Foto do topo: AP Photo/Charlie Riedel

Nenhum comentário:

Postar um comentário