terça-feira, 5 de abril de 2016

Belo Jardim ganhará nova adutora



A  cidade de Belo Jardim, distante 184 quilômetros do Recife, será contemplada com uma nova adutora. O governador Paulo Câmara assinou hoje (1), na cidade, a  Ordem de Serviço para o início da obra de  implantação da nova adutora, a partir da Barragem de Tabocas, situada próximo ao  Distrito de Serra dos Ventos, no próprio município. A execução da obra será feita  pela Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa, com um investimento de R$ 1,9 milhão, aporte do Governo do Estado, que irá beneficiar 70 mil pessoas.

Na ocasião, o governador Paulo Câmara lembrou que a  Adutora de Belo Jardim é mais uma ação  que visa  minimizar os efeitos  da estiagem prolongada em Pernambuco. “As obras estruturadoras necessárias para o Agreste são a Transposição do Rio são Francisco e a Adutora do Agreste, esta última  praticamente parada. O sistema que iremos implantar em Belo Jardim vai minimizar o sofrimento da população”, ressaltou Câmara.

Também presente ao evento, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões, que destacou a importância da água para o crescimento econômico da região. Segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares,  a obra  será executada  no prazo de seis meses. “A cidade de Belo Jardim é atendida  pelo sistema Bitury, formado pelas barragens do Bitury e Pedro Moura Filho, ambas praticamente em colapso. A obra  é muito importante para suprir essa necessidade da população que enfrenta o quinto ano consecutivo de seca”, argumentou Tavares.

O  dirigente da estatal  afirmou ainda que o  governo vem trabalhando arduamente em várias frentes para  levar  água  para  as cidades, muitas delas com grandes  dificuldades de abastecimento. Estamos buscando água, inclusive, cada vez mais distante, para atenuar o sofrimento das populações do Agreste, a região com maior dificuldade hídrica em Pernambuco”,  relatou Tavares.

O projeto de Belo Jardim consiste em captar água da barragem Tabocas e implantar um sistema de bombeamento para transportar água até da Estação de Tratamento de Água de Belo Jardim. Um novo trecho com tubulações de 200 mm de diâmetro terá 12 quilômetros de extensão. Será aproveitado parte do antigo sistema adutor que abastecia a cidade através do Riacho Tabocas. Ao contrário dos demais mananciais, Tabocas está com 75% da sua capacidade total, que é de 1,2 milhão de metros cúbicos de água.

Nenhum comentário:

Postar um comentário