sábado, 2 de abril de 2016

Bike PE terá nova licitação e pode ser ampliado

Edital exigirá mínimo de 80 estações, número atual, mas quem oferecer mais sai na frente. Expectativa é ampliar o serviço que hoje funciona em Recife, Olinda e Jaboatão

Sistema de bikes compartilhadas: mais de 178 mil u
Sistema de bikes compartilhadas: mais de 178 mil usuários
créditos: Toni Santanna/ Bike PE
    
Nos próximos dias, o governo de Pernambuco lançará novo edital para manutenção do sistema intermunicipal de compartilhamento de bicicletas, o Bike PE. O contrato com a Serttel/Samba – que conta com apoio do Itaú Unibanco – vence em maio e, após três anos em vigor, não pode mais ser renovado, mas a empresa deve participar da nova licitação. O edital estabelecerá um mínimo de 80 estações (número atual), mas quem oferecer um número maior sairá na frente.

“Pediremos o mínimo de 80 estações (contando as 70 atuais e 10 do Porto Digital), mas se alguém oferecer um número maior, ganha. Assim, poderemos expandir”, destaca a coordenadora do Escritório da Bicicleta de Pernambuco, Rosaly Almeida. Segundo ela, o Estado também trabalha com a hipótese de investir recursos próprios na ampliação do sistema compartilhado para os municípios de Ipojuca, Paulista e Abreu e Lima. “Isso ainda está sendo desenhado, então, não entrou no edital”, diz. Atualmente, o serviço funciona em Recife, Olinda e Jaboatão.

Uma mudança prevista será a liberação gratuita das bikes para todos os usuários do cartão VEM – hoje são só estudantes e trabalhadores. Quem não tiver o cartão eletrônico deve se cadastrar no site www.bikepe.com e comprar um passe mensal de R$ 10. Se a ideia é um uso eventual, pode-se adquirir um passe diário por R$ 5 via aplicativo ou telefone.

As viagens devem durar até 60 minutos de segunda a sábado e até duas horas aos domingos e feriados. As estações funcionam das 5h às 23h e é possível ver a disponibilidade de bicicletas pelo aplicativo.

De maio de 2013 até fevereiro passado, o sistema cadastrou 178.814 usuários que realizaram 891.442 viagens. Dessas, 538.744 (60,43%) foram feitas pelos usuários do VEM.

Ciclofaixa
Já o contrato da Ciclofaixa de Turismo e Lazer do Recife com o Itaú continuará em vigor por, pelo menos, mais um ano. Existente desde 2013, ele foi renovado na última semana. O patrocínio inclui toda a operação da ciclofaixa, que conta com 4 mil cones de sinalização, instalados e recolhidos a cada dia de projeto; 220 placas móveis, que indicam o roteiro a ser seguido; além de 64 monitores. O serviço funciona aos domingos e feriados, das 7h às 16h, recebendo, a cada dia, uma média de 18 mil pessoas, que circulam por 30 bairros em quase 36,5 km de faixa exclusiva.

Fonte: JC Online 

Nenhum comentário:

Postar um comentário