terça-feira, 5 de abril de 2016

Cirurgia de próstata mais segura com robótica no Recife

Dentre as vantagens estão menor probabilidade de disfunção erétil e incontinência urinária

A partir deste mês de abril, o Hospital Esperança Recife realizará cirurgias com o robô-cirurgião Da Vinci Si HD. O equipamento permite procedimentos com maior precisão e alcance além da mão humana. Dentre as cirurgias que serão realizadas, destaca-se a Prostatectomia Radical, para o tratamento de pacientes com câncer de próstata.
Estudos apontam que 70% dos pacientes tratados pela Prostatectomia não sofrem mais com a doença. “Mas é importante lembrar que cada caso precisa ser avaliado, para saber se a cirurgia é o tratamento mais indicado”, explica o chefe do serviço de Urologia do Hospital Esperança Recife, Misael Wanderley Junior. O médico aponta como principais benefícios da cirurgia robótica a reprodução dos movimentos das mãos do cirurgião sem tremor, portanto mais precisos; visão tridimensional ampliada – mostrando detalhes que a visão humana natural não enxerga – e posição ergonomicamente confortável no assento do console de comando, que levam a uma técnica muito mais precisa, com mínimo de agressão a estruturas delicadas vizinhas, como tecidos, nervos e músculos.
Por essa precisão, na Prostatectomia Radical realizada com o Da Vinci pode haver substancial diminuição na probabilidade de disfunção erétil e incontinência urinária, possíveis efeitos colaterais da cirurgia. Além disso, as incisões são menores, auxiliando na qualidade e rapidez do pós-operatório. O paciente recebe alta em 24h a 48h, em média, e pode retornar às atividades em duas semanas. 
Entre a aquisição do robô Da Vinci Si HD e o treinamento da equipe – realizado no Da Vinci Training Center – INSIMED, centro de excelência para América Latina, em Bogotá, na Colômbia – a Rede D’Or São Luiz investiu R$ 15 milhões. Além das cirurgias urológicas, também serão realizadas cirurgias bariátricas, do aparelho digestivo e ginecológicas. A previsão do Hospital Esperança Recife é que nos primeiros meses sejam realizadas 30 cirurgias por mês e que ao final de um ano, esse número ultrapasse os 50 procedimentos mensais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário