sexta-feira, 1 de abril de 2016

Operação apreende mais de 500 camisas piratas do Sport Recife

A primeira fase promoveu a apreensão no camelódromo do Recife

Operação apreende mais de 500 camisas piratas do SportFoto: Sport Club do Recife

O Sport mais uma vez continua aplicando sua filosofia de gestão profissional. Foi iniciada uma apreensão a camisas pirateadas depois de uma notícia-crime apresentada pelo Sport na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Material. 

Já na primeira fase da ação, foram captadas 511 camisas rubro-negras e também outras de clubes pernambucanos, nacionais e internacionais no camelódromo do Recife, na avenida Dantas Barreto.

“Essas pessoas vão responder por crime contra propriedade industrial, fraude no comércio, receptação qualificada e crime contra relação de consumo. Esse material vai ser periciado pelo instituto de criminalística e, depois da perícia, o inquérito será concluído”, explicou Dr. Germano Cunha, delegado que está comandando a ação.

O vice-presidente jurídico do Leão, Dr. Lêucio Lemos, vê a iniciativa como a primeira de muitas. "Por provocação e iniciativa do Sport, junto à delegacia especializada, a polícia de Pernambuco efetivou uma grande quantidade de produtos piratas, dentre as quais camisas rubro-negras, que estavam sendo comercializadas sem a devida licença", explicou. 


"Isso é um política que o Clube adotou e essa ação foi a primeira de outras que virão para combater a pirataria", concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário