sábado, 16 de abril de 2016

Parceria - Prefeito do Recife lança programa de convivência Mais Vida nos Morros

img_alt

Projeto consiste na requalificação e implantação de áreas de lazer e paisagismo em pontos de risco do Recife (Foto: Marcos Pastich/PCR)

A Prefeitura do Recife lançou nesta sexta-feira (15) um programa de requalificação de moradias, intervenções de paisagismo, implantação de áreas de lazer e convivência nos morros da cidade. A primeira localidade beneficiada pelo projeto Mais Vida nos Morros foi o Alto do Maracanã, em Dois Unidos, que recebeu a visita do prefeito Geraldo Julio. No local, 100 casas receberam pinturas coloridas em diversas tonalidades. Além disso, a região ganhou cinco áreas de convivência e 20 hortas colaborativas.

O trabalho consiste na requalificação de moradias e implantação de áreas de lazer, convivência e paisagismo em regiões de morros da cidade. O investimento por residência foi de R$ 600. O custo total da ação chegou a R$ 60 mil para aquisição de material, como tintas e cimento, tudo custeado pela iniciativa privada, através do Armazém Coral. 

A Prefeitura do Recife disponibilizou equipes com engenheiros, arquitetos e técnicos para a execução do projeto. Escadarias, geomantas e muros de arrimo localizados no entorno receberam pintura em toda a sua extensão. Todos os serviços foram realizados pelos próprios moradores e com materiais doados pela iniciativa privada.

“A gente percebeu que o depósito de lixo era permanente aqui nesta comunidade e fizemos uma iniciativa que contou com a Prefeitura, os próprios moradores e empresários neste projeto. Os moradores participaram da concepção da ideia, do desenvolvimento e agora na preservação desses espaços. É uma coisa deles”, disse Geraldo. “O Recife possui muitas pessoas que vivem em áreas de risco e aqui no Alto do Maracanã nós implantamos a geomanta nas barreiras como forma de segurança e prevenção. Agora queremos promover o bem estar e a boa convivência entre esses moradores”, acrescentou.



O projeto Mais Vida nos Morros envolve estratégia de convivência na comunidade, incentivando a parceria e o sentimento de pertencimento. Ao mesmo tempo estimula a população a se envolver com os problemas da comunidade e melhorar as condições de vida do entorno. 

Em parceria com a Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa) e o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) estão sendo implantados "quintais produtivos" e hortas comunitárias, a partir do processo de compostagem, aproveitando os resíduos orgânicos gerados na comunidade. “Eu vim de Brasília (DF) e não estava acostumada com morros. 

Quando eu vim morar aqui não gostava e ficava até chorando, querendo voltar, mas com esse projeto melhorou bastante. Agora eu posso chamar amigos para conhecer, gostei do projeto e ajudei nos serviços”, disse Taiane Ferreira, moradora do local há cinco anos.

O objetivo da Prefeitura do Recife é levar esse conceito de intervenção para mais nove comunidades ao longo do ano de 2016, sendo a próxima o Alto do Reservatório, em Nova Descoberta, beneficiando diretamente outras 1.800 famílias. Os recursos do projeto serão provenientes da iniciativa privada, a serem captados através de edital de chamamento público. 

“Foi uma satisfação participar deste projeto e ajudar as pessoas que precisam mais. Peço que outros empresários ajudem. Todos precisam ser ajudados num momento como este”, convocou o empresário Domingos Moreira, do Armazém Coral. 

Estão envolvidas no Mais Vida nos Morros as secretarias de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Saúde, Mobilidade e Controle Urbano, Planejamento e Gestão, Emlurb, URB e Defesa Civil, além da iniciativa privada e organizações sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário