quarta-feira, 20 de abril de 2016

Porto Digital no Recife promove debate sobre os rumos da Economia Criativa

Economia Criativa e Negócios: Cenário Atual e Perspectivas para Pernambuco tem como objetivo analisar as iniciativas da área e apresentar cases do ecossistema do parque tecnológico


Imagem de Porto Digital promove debate sobre os rumos da  Economia Criativa

O Porto Digital promove no dia 05 de maio, o Seminário 'Economia Criativa e Negócios: Cenário Atual e Perspectivas para Pernambuco'. A proposta do evento é reunir palestrantes de destaque nacional e cases locais para compor um mosaico com base em pesquisas e informações estratégicas a respeito dos empreendimentos criativos, seja com ênfase global ou local. O Seminário será realizado na Jump Brasil, aceleradora de negócios do parque tecnológico, no bairro de Santo Amaro, e ocorre durante todo o dia.

O evento está organizado em dois módulos - os interessados podem se inscrever separadamente em cada um dos módulos ou em ambos, com desconto.

Pela manhã, o foco principal se dará nos aspectos econômicos a partir de perspectivas globais, nacionais e estaduais (com foco no Rio de Janeiro e em Pernambuco). Três fontes de informação serão utilizadas como plano de fundo para a análise dos empreendimentos criativos. Uma delas é uma pesquisa realizada pela Unesco, uma outra é o Mapeamento da Economia Criativa, da Firjan, e a terceira delas é uma pesquisa promovida pelo próprio Porto Digital.

Ao lado de Gabriel Pinto, da Firjan, a pesquisadora Lídia Goldstein e o presidente do Porto Digital, Francisco Saboya, compõem a primeira mesa de debates, que vai analisar os cenários apontados pelos levantamentos. O secretário de Cultura de Pernambuco, Marcelino Granja, e o economista Pierre Lucena, e do instituto de pesquisa Datamétrica, também participarão da programação da manhã.

No horário da tarde o Seminário se voltará para a perspectiva empreendedora, com ênfase nas iniciativas criativas para a formatação de negócios. A primeira mesa terá a participação dos palestrantes André Mantovani, que já atuou como Diretor Geral da MTV, Carla Esmeralda, produtora cultural do Laboratório Novas Histórias, experiência que tem parceria com o Sesc/Senac de São Paulo que já está na décima oitava edição e ainda Wagner Martins, o Mr. Manson, do site Cocadaboa, um dos pioneiros a perceber as potencialidades dos memes e trollagens da internet.

Na sequência as empresas Mr. Plot, Muma, BigHut, JoyStreet e ClapMe, que compõem o ecossistema do Porto Digital, farão uma apresentação de cases nas áreas de música, audiovisual, game e design. "Nossa proposta é apresentar diferentes modelos de negócios que servem como referência para novos mercados que estão abertos para os empreendimentos criativos de base tecnológica", explica Francisco Saboya.

Os cases apresentados são uma amostra de como o parque tecnológico pode fornecer suporte na área de Economia Criativa. "Nesse momento de apresentação de casos temos a Joy Street, uma empresa consolidada que já é uma referência nacional na área de games educativos. Ao lado deles, teremos a Muma, embarcada que demonstrou um potencial incrível de escala de negócios, numa trajetória que guarda semelhanças com a Mr. Plot, os criadores da febre infantil do Mundo Bita, ex-incubada aqui no Porto Digital. A ClapMe veio de São Paulo para ser acelerada conosco e a BigHut participou do nosso programa de internacionalização no Vale do Silício", explica Saboya.

Serviço

V Seminário de Economia Criativa
05/05, das 9h às 18h30
Jump Brasil - Rua Capitão Lima, 420
Inscrições online - http://www.eventick.com.br/economiacriativa
Opções de inscrição: Apenas manhã - R$ 30
Apenas tarde - R$ 30
Pacote promocional com os dois turnos - R$ 50

ProgramaçãoManhã
- Mesa 1: Economia
Participantes: Lídia Goldstein, Gabriel Pinto e Francisco Saboya
- Debate com Lídia Goldstein, Gabriel Pinto, Francisco Saboya, Marcelino Granja e Pierre Lucena

Tarde
- Mesa 2: Negócios
Participantes: André Mantovani, Carla Esmeralda, Wagner Martins (Mr. Manson)
- Apresentação de cases: Mr. Plot, Muma, BigHut, JoyStreet e ClapMe 


Autor: Guilherme Gatis | Imprensa do Porto Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário