terça-feira, 19 de abril de 2016

Porto do Recife na Intermodal South America 2016

Foto: Coordenadoria de Comunicação e Imprensa

Porto do Recife na Intermodal South America 2016


O Porto do Recife participou, com espaço em conjunto com o Complexo de Suape, da 22ª Intermodal South America - a maior feira de logística, transporte de cargas e comércio exterior da América Latina, realizada no Transamérica Expocenter em São Paulo. Presente desde a primeira edição do evento, o Porto se apresentou entre os mais de 600 expositores (para um público de aproximadamente 50 mil pessoas) de 45 países dos cinco continentes.

O desempenho crescente na movimentação de cargas do ancoradouro atrai cada vez mais negócios para a capital pernambucana. Em 2015, o Porto teve um incremento de 25% nas exportações, com relação ao ano anterior. Os destaques foram os números recordes de 70% no crescimento de movimentação de ferro/aço/liga; 52% no açúcar movimentado em sacos e 42% no malte de cevada.

O presidente Olavo de Andrade Lima, em conjunto com a diretoria comercial e de operações do Porto Recife prospectou novos negócios com empresários e executivos. "Nosso objetivo foi ampliar as oportunidades estreitando relações com armadores, agentes e operadores portuários, além de executivos e empresários do ramo logístico. A Intermodal é sempre uma excelente oportunidade para isso?, destaca. 

O PORTO
Porto urbano - com localização estratégica em relação aos principais centros logísticos metropolitanos, demais capitais do Nordeste e importantes rotas internacionais de navegação - o Porto do Recife se destaca por operar cargas de granéis sólidos sem influenciar na mobilidade urbana.

PERSPECTIVAS

Com área alfandegada de 115 mil m², o Porto do Recife está investindo em modernização e expansão de sua capacidade de armazenagem coberta. Os projetos de dragagem e melhorias na infraestrutura portuária como a reforma do cais açucareiro e do terminal de grãos possibilitam maior profundidade nos respectivos berços de atracação.  Além disso, também estão em andamento, os projetos de ampliação, alargamento e dragagem de aprofundamento dos berços contíguos aos cais 07, 08 e 09/10 permitindo que navios de cruzeiros marítimos atraquem em frente ao Terminal de Passageiros (TMP).  

A conclusão dessas obras vai beneficiar ainda a movimentação de carga geral limpa. O Porto amplia a sua capacidade operacional nos 10 berços de atracação, com faixa de rolamento de 30 metros e profundidade de 12 metros. As melhorias vão ampliar as movimentações de grandes volumes de cargas de malte, barrilha e coque de petróleo para o Pólo Industrial Norte do Estado. 

DESTAQUE
A grande novidade é o retorno, depois de cerca de 10 anos, da operação de granéis líquidos - combustível não inflamável (óleo OC1) - compatível com a legislação ambiental, para abastecimento de indústrias, hospitais e termoelétricas. Além de óleo diesel marítimo para abastecimento de navios. Essa última operação não é realizada há mais de 20 anos.

Porto do Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário