sexta-feira, 1 de abril de 2016

Prefeito do Recife vistoria obras do Hospital Veterinário

img_alt

Cerca de 40 trabalhadores estão no terreno, no Cordeiro, executando os serviços (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

As obras do Hospital Veterinário do Recife (HVR) já estão em andamento. Na manhã desta sexta-feira (1º), o prefeito Geraldo Julio vistoriou o terreno onde está sendo executado o serviço, uma área de aproximadamente 5.000 metros quadrados. A obra está dividida em duas etapas, e será entregue até setembro. A construção do HVR, que será a primeira unidade de saúde veterinária pública do país, está prevista no plano de governo do prefeito e atenderá cães e gatos de estimação dos moradores da cidade.

“É uma demanda importante da população do Recife. Sabemos que são muitas pessoas que possuem cães e gatos em casa, e que merecem esse atendimento público. Estamos construindo o primeiro hospital de animais do Brasil e vamos realizar cerca de 90 consultas todos os dias no ambulatório, na sala de cirurgia cerca de 20 procedimentos por dia”, explicou o prefeito. Cerca de 40 trabalhadores, além de máquinas, já estão no terreno executando o serviço.

A unidade contará com três ambulatórios, um laboratório, um depósito, sala de administração, sala de odontologia e vacinação, vestiário, sala de diagnóstico por imagem (raio X e ultrassom), sala de cirurgia, sala de pós operatório e recepção. “A população do Recife vai receber um equipamento que daqui a 50 anos ainda estará em funcionamento. É uma conquista, um marco e um avanço para o Recife no direito dos animais”, destacou o secretário-executivo de Direito dos Animais, Rodrigo Vidal.

BALANÇO – O prefeito Geraldo Julio iniciou em sua gestão uma política da defesa animal no Recife. Desde o início da gestão, foram realizadas 7.996 cirurgias de castração e microchipagem; 339 palestras realizadas em escolas públicas, das quais 107 municipais e 232 estaduais; 3604 consultas em 19 mutirões de atendimentos veterinário gratuito nas comunidades de baixa renda; 673 fiscalizações das denúncias de maus tratos; 22 eventos; e 779 adoções entre cães e gatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário