segunda-feira, 18 de abril de 2016

Prefeito elogiado na votação do impeachment foi preso pela PF


“Meu voto é pra dizer que o Brasil tem jeito, o prefeito de Montes Claros mostra isso para todos nós com sua gestão”, disse a deputada na votação ocorrida neste domingo (17).   

Segundo a PF, somente em outubro de 2015, o grupo de Muniz retirou cerca de 26 mil consultas especializadas e 11 mil exames dos hospitais públicos municipais. 

Em contrapartida, o hospital privado gerido pela família da deputada que diz querer “melhorar” o país, teria sido se beneficiado com os procedimentos tirados das instituições de saúde municipais. 

Ainda de acordo com a Polícia Federal, de julho de 2015 até agora, Ruy Muniz se aproveitou do cargo e utilizou verba pública para promover nos principais veículos de comunicação regionais “uma ampla e intensa campanha difamatória contra os hospitais público e filantrópico ‘concorrentes’, inclusive lançando mão de dados e informações falsas”, destaca a nota da PF. 

Se condenados, as penas máximas aplicadas aos crimes ultrapassam 30 anos.

 
Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário