domingo, 17 de abril de 2016

Prefeitura do Recife busca nova empresa para instalar equipamentos no Parque Caiara

O valor inicial do empreendimento, à época do anúncio, foi de R$ 15,5 milhões




Skatistas dizem que estão sendo prejudicados por conta de pedras colocadas no bowl. Foto: Igor de Moraes/Cortesia/Facebook

A Prefeitura do Recife (PCR) vai abrir novamente processo licitatório e escolher a empresa executora das obras que vão requalificar o Parque do Caiara, localizado na Avenida Maurício de Nassau, na Iputinga, nas margens do Rio Capibaribe. As obras foram iniciadas em 2011, com conclusão prevista para dezembro de 2013, mas a construtora suspendeu o contrato por motivos financeiros. O valor inicial do empreendimento, à época do anúncio, foi de R$ 15,5 milhões.

Enquanto a PCR não retoma a ampliação e a reforma da área, que tem 6.264 metros quadrados e abriga oito raias de 400 metros, a comunidade fica sem espaço para lazer e atividade física. A explicação dada pelos moradores do entorno é o medo da violência. A venda e o consumo de crack acontecem a qualquer hora do dia, gerando um movimento constante de motos e de bicicletas.

Com a falta de vigilância, segundo o skatista Igor de Moraes, algumas pessoas estão fazendo uma piscina, colocando pedras para entupir o bowl  - tipo de concha igual que os skatistas usam para andar. "O nosso espaço de prática de esportes está se transformando em uma piscina", disse.

De acordo com a URB, a obra será relicitada e conta com uma força-tarefa de várias secretarias do município. "Pretendemos o mais rápido possível resolver todos os problemas, inclusive a segurança na área". A URB também informou que o parque está quase pronto, mas faltam alguns equipamentos.

Por: Max Felipe - Especial para o Diario

Nenhum comentário:

Postar um comentário