sábado, 16 de abril de 2016

Rede de varejo Leader é vendida pelo valor simbólico de R$ 1

Valor era necessário para consumar o negócio juridicamente

A rede de varejo Leader foi negociada, na última quarta-feira, pelo valor simbólico de R$ 1, de acordo com informações do jornal Extra. Comprada pela  Legion Holdings, sociedade de investimentos especializada em reestruturação de empresas, a marca possui quase R$ 1 bilhão em dívidas. O valor simbólico era necessário para consumar o negócio juridicamente. Atualmente a Leader conta com 6 mil funcionários e 160 lojas em todo o país.

O banco BTG Pactual, envolvido na Operação Lava Jato, possui 70% da rede de varejo e os fundadores do negócio, a família Gouvêa, o restante. A família fundadora da Seller, rede de varejo adquirida pela Leader em 2013, cobra R$ 150 milhões por pagamentos não recebidos pela venda da companhia. 

Após o atraso de parcelas do pagamento, a Leader se tornou alvo de pedido de falência. Depois disso, a companhia contestou e conseguiu liminar para a sustação desses protestos. A decisão considerou que a dívida protestada possui garantias que atestam a capacidade financeira da Leader para quitar seus débitos.

Fábio Carvalho, fundador da Legion Holdings, ficou conhecido pelo processo de reestruturação da Casa & Vídeo, companhia de eletrodomésticos com sede no Rio de Janeiro. Ele comprou a empresa em 2009, após empréstimo recebido pelo BTG. 

Por: Agência Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário