quinta-feira, 14 de abril de 2016

Santos Dumont realiza curso de atendimento a pessoas com deficiência

O Aeroporto Santos Dumont (RJ) realizou nos dias 12 e 13 de abril o Curso de Atendimento ao Passageiro com Necessidade de Assistência Especial (PNAE). O treinamento contou com a participação de 22 pessoas e teve como objetivo capacitar a comunidade aeroportuária para atender adequadamente às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, também como preparativo para as Paraolimpíadas de 2016.
      
Na abertura do evento, foi destacada, entre outros pontos, a importância do treinamento para aqueles que atuam no atendimento ao público. Em seguida, os participantes puderam não só assistir, mas também interagir com a palestrante Fernanda Honorato que, de acordo com a revista Ranking Brasil, é a primeira repórter com Síndrome de Down no país. Em meio a tantas perguntas e dúvidas, Fernanda finalizou dizendo que “a inclusão começa em casa”.
      
Ministrado pela instrutora Audilene Claudino Ribeiro, psicóloga da área de Segurança e Saúde do Trabalho de São Paulo, o curso abordou temas que foram da introdução à acessibilidade à aplicação dos direitos humanos. Além das aulas expositivas, os participantes puderam testar na prática as técnicas de atendimento, bem como as facilidades oferecidas pelo aeroporto.
      
“Vamos levar o que aprendemos nesse curso não só para o trabalho, mas também para nossas vidas. Hoje saí de casa reclamando e, depois do que vi, sei que sou um homem de muita sorte. Tudo que aprendemos vai ser bem aplicado no atendimento às pessoas”, destacou o motorista de ônibus da empresa Locativa, acompanhado dos colegas Jorge Felipe e Cleber Batista, todos bastante satisfeitos com o que foi apresentado.

pnae01
      
Simulado
      
O Santos Dumont também foi palco, no último dia 9/4, do segundo simulado de acessibilidade para preparação para as Paraolimpíadas Rio 2016. Na oportunidade, foram avaliados os processos de embarque e desembarque com utilização de ponte.
      
O exercício contou com a participação de 27 voluntários, entre cadeirantes, deficientes visuais e deficientes auditivos. Os participantes foram convidados por meio das seguintes instituições: Associação Niteroiense de Deficientes Físicos (Andef), Instituto Benjamim Constant (IBC) e Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines).

   Assessoria de Imprensa - Infraero

Nenhum comentário:

Postar um comentário