segunda-feira, 4 de abril de 2016

Vila na França está à venda por US$ 175 mil





Próxima à fronteira suíça, a vila Baudin fica em um dos estados mais bonitos da França, o montanhoso Jura. Aninhado entre as comunas de Sellières e Toulouse-le-Chaâteau, o vilarejo é formado pelos restos de um antigo presbitério, pela abadia de Baume-les-Messieurs, por um museu, uma fonte e várias casas que abrigam artistas, lojas e ateliês, quase todas construídas ao longo do século XIX.

Antes uma próspera vila conhecida por suas fábricas de fundição, Baudin foi severamente abandonada depois que todas essas indústrias fecharam em 1959. Autoridades locais compraram o local em 2013 por cerca de 300 mil euros e criaram uma associação para transformar o vilarejo em um destino turístico.

Mas o custo do projeto levou-os a desistir do plano e colocar a cidade novamente à venda. A restauração completa da vila custaria 20 milhões de euros, com despesa anual de 250 mil euros com manutenção.

A propriedade é formada por 22 mil metros quadrados de terra, sendo 5 mil destes construídos. Albert Wolff, guia do museu de Baudin e secretário da associação que cuida da propriedade, diz que o povoado faz parte da história de Jura e é um grande exemplo das atividades comerciais e industrias que floresceram nos séculos XIX e XX na região. 

E completa dizendo que nem todos estão felizes com o leilão que está por vir: “Ninguém nos avisou que Baudin seria vendida. Nós descobrimos por meio de um anúncio na internet”, conta. A preocupação é que os novos donos decidam derrubar alguns dos prédios históricos.

A organização Urgence Pratimoine lançou uma petição conta a venda, alegando que a história de Baudin poderá ser vendida por “alguns euros”.

O leilão deverá ter início no dia 23 de maio deste ano, com cinco dias para os lances.

Nenhum comentário:

Postar um comentário