sexta-feira, 1 de abril de 2016

Vivo substitui GVT de olho na banda larga fixa e TV paga no Brasil

Em Pernambuco, operadora a passa a liderar serviço de banda larga fixa e móvel, com 41% do segmento. Marca única fará com que a empresa se torne o maior grupo de telefonia do Brasil

Por: Augusto Freitas

O #pegabem pegou e deve continuar pegando cada vez mais clientes e agregando novos serviços de qualidade e excelência a milhares de consumidores no Brasil e em Pernambuco. Ao menos esta é a promessa da operadora Telefônica Vivo, que após a aquisição da GVT adotará apenas Vivo como a única marca nacional também em serviços de telefonia em banda larga fixa e TV paga, além da telefonia, internet móveis e serviços digitais. No Brasil, em 2015, a Vivo investiu R$ 8,3 bilhões em qualidade e ampliação de rede em todo o país e o valor para 2016 aumentará para R$ 8,9 bilhões.

Nesta quinta-feira, a direção e a gerência regional da Vivo na Região Nordeste, apresentaram as informações do que a empresa pretende com a consolidação de apenas uma marca. Desde fevereiro, a Vivo já vinha sinalizando as mudanças que surgiriam após a compra da GVT pela Telefônica Vivo. A comunicação da unificação das marcas e operações foi dividida em duas etapas: informativa, iniciada no mês passado, e posicional, a partir de 15 de abril. Ou seja, após esta última data, tudo será Vivo e a marca GVT deixa oficialmente o mercado.

“Na primeira fase deste novo projeto, focamos em tranquilizar e informar a todos os clientes sobre a união entre as duas empresas e os benefícios gerados. Em seguida, por meio da própria fatura, foi apresentado o novo layout da conta. O que muda, por enquanto, é apenas a adoção da marca Vivo e a nomenclatura dos planos contratados. Os antigos clientes GVT não serão prejudicados, como por exemplo, em acréscimos de valores ou diminuição de serviços de planos. Tudo permanece como antes, com a ressalva de que a partir de 15 de abril todos os clientes poderão escolher a melhor opção de plano e serviços”, explicou Renato Pontual, diretor-regional da Vivo no Nordeste.

Não por acaso, a Vivo entrou pesado no pós-negociação do projeto para elevar sua participação no setor de telecomunicações no Brasil e em Pernambuco. Os planos são ousados e buscam, de fato, atrair clientes dispostos a migrar de operadora ganhando benefícios interessantes, seja em planos variados de telefonia em banda larga fixa, TV paga, telefonia e internet móveis e serviços digitais. Para começar, os clientes GVT terão 25% de desconto na mensalidade na aquisição de novo plano SmartVivo Pós em todas as lojas Vivo. Tem mais: abatimento de 15% na mensalidade, na aquisição de Planos Vivo Controle Giga, a partir de R$ 54,99.

De acordo com o gerente-regional de divisão de marketing e administração da Vivo no Nordeste, Sérgio Falcão, haverá ainda mais vantagens, incluindo preços mais acessíveis, quando os clientes comprarem pacotes completos de serviços. “O cliente que assinar, por exemplo, uma oferta 3P (telefonia fixa, banda larga e TV paga), terá uma ampliação do pacote de dados em seu plano pós-pago. Contratando um pacote 3P, quem tiver planos de 2GB e 3GB receberá 1GB de internet adicional. Os assinantes de planos de 5GB a 15GB terão 2GB adicionais, enquanto os usuários Vivo V terão 5GB adicionais”, destacou.

Além disso, segundo os executivos, os clientes terão 50% de desconto para contratar um dependente MultiVivo, que permite compartilhar a sua franquia de internet e de minutos (do plano SmartVivo já contratado) com outros aparelhos. Os atuais clientes GVT também têm vantagens na compra de um SmartVivo Pós: 25% de desconto por 12 meses no valor da franquia do plano.

Pontual destacou a participação de 150 executivos e 35 mil funcionários da empresa na nova fase. Foto: Vivo/Divulgação

“Este anúncio é um marco para a Vivo porque evidencia a evolução da operadora nos últimos treze meses, iniciada a partir da integração com a GVT, em março de 2015”, pontuou Falcão. “O processo de integração envolveu o planejamento de 150 executivos e, direta ou indiretamente, a colaboração dos 35 mil funcionários da empresa, através de vários treinamentos baseados na nova estratégia”, reforçou Pontual.

Os clientes interessados em adquirir novos aparelhos celulares e smartphones através de programas de pontuação e fidelidade, como o Vivo Valoriza e Vivo Renova, no entanto, terão de esperar um pouco. Por hora, a Vivo passa a oferecer um portfólio 3P (telefonia fixa, banda larga e TV paga) nacional integrado e prepara o lançamento de ofertas 4P, que incluem novos celulares, possivelmente até o fim do ano, além de serviços digitais que já respondem por importante fatia da receita.

Investimentos 

Na Região Nordeste, a Vivo e a GVT já investiram R$ 667 milhões só em 2015. Em Pernambuco, onde a operadora está presente desde o mesmo período, o investimento foi maciço em qualidade, infraestrutura de rede, atendimento e ampliação da cobertura 3G e 4G. Hoje, de acordo com a direção-regional, o valor da marca da Vivo é de R$ 2,6 bilhões, sendo a oitava companhia mais valiosa, sem considerar as estatais.

Falcão garantiu preços mais acessíveis para clientes que comprarem pacotes completos de serviços. Foto: Vivo/Divulgação

Hoje, a Vivo está presente em 139 cidades pernambucanas, sendo 138 com tecnologia 3G e sete municípios com 4G (Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Gravatá, São Lourenço da Mata, Paulista e Petrolina). A empresa atende cerca de 1,1 milhão de clientes no estado, onde mantém mais de 18 mil pontos de recarga, nove lojas (quatro próprias e cinco autorizadas) e 429 pontos de venda.

A cobertura, de acordo com Sérgio Falcão, abrange 90,9% da população, correspondente a 95,2% do Produto Interno Bruto (PIB) pernambucano. No Nordeste, conforme informou a direção-regional da empresa, o processo de integração entre as marcas está bem avançado, com 15 lojas próprias e 25 revendas participando do cross selling, sendo três lojas e três revendas somente no Recife.

Na Região Nordeste, a Vivo já está presente em 839 municípios, sendo 814 com 3G e 27 4G, nos estados da Alagoas, Bahia, Cerá, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. A GVT, que ainda não está no Piauí, já soma 23 cidades atendidas e, apenas em 2015, a Telefônica e GVT juntas, investiram cerca de R$ 667 milhões na região. Ao todo, as duas empresas empregam 4032 pessoas, nos oito estados da regional. Em Pernambuco são 629 colaboradores próprios.

A GVT chegou a Pernambuco em 2009 e está presente em oito municípios (Camaragibe, Caruaru, Gravatá, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Recife e Vitória de Santo Antão), com R$ 196 mil clientes de banda larga e 51 mil de PayTV. “Com a unificação da marca, vamos elevar ainda mais esta participação de clientes, incluindo os 126 distritos rurais com cobertura 3G, através de Parceria Público-Privada (PPP) com o governo do estado, realizada em 2013. Nosso foco de crescimento será na eficiência dos serviços prestados”, ressaltou Pontual.

Perguntas e respostas

Para facilitar a vida na migração dos clientes GVT para Vivo, a companhia preparou um material específico com as perguntas mais frequentes entre os usuários, baseadas em análises junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A Vivo, inclusive, vem acumulando uma série de premiações concedidas pela agência nos últimos seis anos, em função do reconhecimento, entre outros pontos, pela rapidez na conexão de internet e qualidade no atendimento diários aos clientes. Nos sites www.gvt.com.br e www.vivo.com.br, os consumidores poderão conferir todas as novidades sobre a adoção da marca Vivo, valores de planos, ofertas e dúvidas referentes à unificação.

Além de comunicação específica no setor marketing, a operadora para criou a hastag #QueroSaber, nas redes sociais Facebook e Twitter, cujas respostas de perguntas feitas pelos consumidores estão sendo postadas pelos próprios funcionários da empresa que participaram da campanha, para estimular que cada usuário a tirar sua dúvida e saber exatamente o serviço que está contratando.

A direção-regional da Vivo também reforçou que os e-mails disparados pelas novas plataformas de comunicação com os clientes passarão a ser assinados como Vivo e os remetentes também terão alterações, sendo necessário certificar-se que seu anti-spam não bloqueie novos remetentes. Os novos remetentes são vivo@vivo.com.br, portal@vivo.com.br, portalri@vivo.com.br, portalweb@vivo.com.br e portal.gerencia@vivo.com.br

Diario PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário