sexta-feira, 27 de maio de 2016

Ministro quer interferir para hub da Latam ficar em Pernambuco


De olho na possível instalação do Hub (centro de conexões de voos) da Latam no estado, o governador Paulo Câmara (PSB) vai agendar, nos próximos dias, uma reunião com o ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS). Os dois já conversaram sobre o tema, mas o socialista quer detalhar as vantagens de optar pelo Aeroporto Internacional Gilberto Freyre, na Imbiribeira. Além de Pernambuco, disputam o empreendimento o Ceará e o Rio Grande do Norte.

Hoje, Jungmann teve uma conversa com o comando da Aeronáutica. A concessão da área da Força Aérea Brasileira dentro do aeroporto do Recife é fundamental para a implantação do hub. Segundo o ministro, a ideia, no momento, é juntar dados sobre o empreendimento. “Até meados da próxima semana eu terei todas as informações”, acrescentou.

Ministro quer interferir para hub da Latam ficar em Pernambuco

De olho na possível instalação do Hub (centro de conexões de voos) da Latam no estado, o governador Paulo Câmara (PSB) vai agendar, nos próximos dias, uma reunião com o ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS). Os dois já conversaram sobre o tema, mas o socialista quer detalhar as vantagens de optar pelo Aeroporto Internacional Gilberto Freyre, na Imbiribeira. Além de Pernambuco, disputam o empreendimento o Ceará e o Rio Grande do Norte.

Hoje, Jungmann teve uma conversa com o comando da Aeronáutica. A concessão da área da Força Aérea Brasileira dentro do aeroporto do Recife é fundamental para a implantação do hub. Segundo o ministro, a ideia, no momento, é juntar dados sobre o empreendimento. “Até meados da próxima semana eu terei todas as informações”, acrescentou.

De acordo com a Latam, união da Tam e da Lan, a escolha deverá ser feita ainda neste primeiro semestre. O anúncio deveria ter acontecido no ano passado, mas foi adiado pela empresa por causa do momento político e econômico difícil que o país passa. Com o afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT) e a nomeação de novos ministros no governo do presidente interino Michel Temer (PMDB) ressurge a discussão sobre o tema. E os pernambucanos ficaram esperançosos. É que Jungmann também é pernambucano e poderia influenciar na escolha.

O secretário estadual de Turismo, Felipe Carreras (PSB), acredita, no entanto, que haverá isenção por parte do pós-comunista. “Temos a expectativa que Pernambuco seja contemplado pela qualidade do estado, do aeroporto, pela posição geográfica, pela experiência com o cliente, entre outros pontos”, disse o socialista para acrescentar que toda documentação e informações sobre o estado já foram enviadas para o ministro e para a Latam. Entre os requisitos da Latam, estão a infraestrutura aeroportuária, a experiência do cliente e a competitividade em custos.

Em nota, a Latam informou que “continua avaliando todas as condições para a definição da capital que abrigará o hub no Nordeste. Não respondeu, entretanto, aos questionamentos da reportagem sobre quais os principais entraves na decisão e se a crise pode afetar a implantação do empreendimento. No ano passado a Latam levou, da capital pernambucana, 20 aeronaves para outras bases, além de postergar o recebimento de novos aviões. a Gol e a Azul também reduziram a frota. “A crise no setor aéreo está posta, mas nós estamos colocando algumas medidas para amenizar a situação. O governo já sinalizou, por exemplo, que pode conceder isenção tributária, por exemplo”, afirmou Carreras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário