sexta-feira, 27 de maio de 2016

Pedro Taques assume batalha em campo aberto para defender PPPs na educação e pede para que não acreditem em mentiras

Da Redação - Ronaldo Pacheco

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto
Pedro Taques assume batalha em campo aberto para defender PPPs na educação e pede para que não acreditem em mentiras

“Professor, pai, aluno: Não vai ter privatização na educação! Não acredite em mentira. Nós não privatizaremos as escolas!”. A reação do governador José Pedro Taques (PSDB) demonstra o grau de comprometimento com que se dispõe a defender  as Parceiras Público-Privadas (PPPs), a serem implantadas na Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduc).

Pedro Taques decidiu responder pessoalmente aos detratores, em especial aos ataques da oposição e de parte do Fórum Sindical, com ênfase para as críticas do Sindicato dos Profissionais do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep).  Ele está utilizando até mesmo as suas contas nas redes sociais para ampliar o debate sobre as PPPs.

Até mesmo a eleição para diretores das 70 escolas em que as PPPs serão implantadas voa ser antecipadas. “Determinei que a Seduc faça eleição nas escolas que estão em fase de estudo para as PPPs. Não quero que restem dúvidas quanto ao processo que visa melhorar a qualidade física de algumas unidades de ensino”, argumentou Taques, em sua página no Facebook, neste quinta-feira (26), feriado de corpus Corpus Christi.
 
“Não existe essa de privatização das escolas. Temos 756 escolas e, em 70 escolas, vamos implantar as PPPs. Dessas 70, 31 são prédios alugados. Iniciativa priva constrói e o Estado pago aluguel menos oneroso”, justificou ele.

O chefe do Poder Executivo está indo até mesmo em grandes escolas, como Presidente Médici, Liceu Cuiabano e André Avelino Ribeiro para debater o assunto cara a cara. “Vai ser assim: primeiro, realizaremos audiências públicas. Depois, os próprios alunos, pais e professores das escolas é quem decidirão sobre o assunto. Nada avançará sem o debate”, afiançou ele.

E a tecla mais firme em que Taques e o secretário Marco Aurélio Marrafon, novo titular da Seduc, batem é de que não há privatização do ensino. “E que fique claro: não vamos privatizar a educação! Já ouvi de tudo, até que aluno de escola pública vai ter que pagar mensalidade. Nada melhor que a verdade para combater esse jogo sujo”, desabafou o governador.

 “Não acredite em mentira!  A PPP atuaria no conserto da torneira, na pintura, na manutenção da estrutura, mas a gestão pedagógica continuaria sendo feita por gestores púbicos. Mas isso só será feito com a anuência da comunidade escola. Com o projeto pronto, a gente apresenta para a sociedade, que dará a resposta se continua ou não”, justificou Taques.

O governador deixa explícita sua pouco tolerância com  o que considera divulgação de mentiras contra as PPPs. “É bom que saibam: nem o projeto está pronto e já estão dizendo que estamos implantando. Isso é mentira! Eu garanto que a sociedade é quem definirá o futuro desse projeto”, sintetizou para a reportagem do Olhar Direto, em jantar conversa com empresários da comunicação, na última terça-feira (24).

Egresso da Secretaria de Estado de Planejamento, Marco Aurélio Marrafon observou que o Governo do estado está aberto ao debate com toda a comunidade escolar sobre a implantação de Parceria Público-Privada. “Tenho muita fé no diálogo. Conversando com os professores, estudantes e a sociedade geral. Mostrando a realidade, eu acredito que conseguiremos resolver conflitos. Nós vamos dialogar sempre”, completou Marrafon, que conduz o processo de discussão.  

Olhar Direto

Nenhum comentário:

Postar um comentário