quarta-feira, 4 de maio de 2016

Sport e Santa Cruz vão receber doações para bebês com microcefalia

Associação de mães coordena ações nos estádios durante duas partidas.
Jogos da Final do Pernambucano acontecem quarta-feira (4) e domingo (8).

Mães participam de campanha nos estádios (Foto: Divulgação)

Mães participam de campanha nos estádios do Arruda e da Ilha do Retiro (Foto: Divulgação)

As finais do Campeonato Pernambucano deste ano vão trazer um clima diferente para o futebol do estado. Superando a rivalidade, as torcidas de Sport e Santa Cruz, que disputam o título, vão se unir em torno de uma campanha solidária que vai arrecadar fraldas e leite para cerca de 300 crianças com microcefalia.

A ação é coordenada pela União das Mães de Anjos (UMA), associação de mães de bebês portadores da malformação que se formou no início deste ano. Durante os dois jogos, elas vão se posicionar em todas as entradas dos estádios do Arruda e da Ilha do Retiro para receber as torcidas de cada casa.


 
MICROCEFALIA
Alta de casos preocupa

Segundo a presidente do grupo, Germana Soares Amorim, a UMA tinha recebido donativos de uma parceria entre o clube rubro-negro e a organização não-governamental Aliança de Mães e Famílias Raras (Amar), no clássico contra o Náutico, em fevereiro. Na época, a campanha angariou, ao todo, 57 fraldas. Desta vez, ela espera conseguir mais donativos.

“Não houve muita divulgação. A nossa maior necessidade agora é ter fraldas tamanhos G e XG, que estão acabando. A gente também está precisando de leite em pó para bebês de seis a 12 meses. A UMA tem hoje 296 associadas, praticamente todos os casos confirmados de microcefalia no estado. E, todo dia, esse número tem aumentado, o que é muito preocupante”, explica.

Santa Cruz e Sport se enfrentam na quarta-feira (4) e no próximo domingo (8). A primeira partida acontece no Arruda, às 21h45, e a segunda na Ilha do Retiro, às 16h, no Recife.

Missa
Além dos jogos, uma missa realizada no edifício-sede da Prefeitura do Recife (PCR) vai receber doações para a Organização Não-Governamental (ONG) Aliança de Mães e Famílias Raras (Amar), grupo de apoio a crianças portadoras de doenças raras. O evento faz parte da programação de comemoração do Dia das Mães do poder municipal.

A cerimônia está marcada para as 9h de quarta-feira (4) e vai ser conduzida pelo padre Damião Silva, da Paróquia de Santo Amaro. Durante a celebração, está prevista uma entrega simbólica de alimentos e itens de higiene pessoal para algumas mães que fazem parte da associação, mas os donativos vão distribuídos para as 240 famílias atendidas pela instituição fundada em 2013.


Do G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário