segunda-feira, 2 de maio de 2016

Sport Recife terá Centro Médico de ponta no Brasil

Baseado nas estruturas dos principais clubes da Europa, centro de reabilitação terá os melhores equipamentos disponíveis no mercado

Sport terá Centro Médico de ponta no BrasilFoto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

O Sport Club do Recife será dono, até o final do ano, de um dos mais modernos centros de recuperação e reabilitação esportivo do Brasil. O projeto - que chega para agregar a já conceituada estrutura rubro-negra - começou a ser desenvolvido na última semana, no CT José de Andrade Médicis. O fisioterapeuta mineiro Ricardo Vidal, contratado para ficar à frente do processo, é referência do Brasil no setor. Atualmente instrutor de cursos da CBF, ele tem passagem recente nas categorias de base da Seleção Brasileira.  

Com previsão de entrega para o fim da Série A, a reestruturação física e tecnológica consiste na compra dos principais acessórios e equipamentos disponíveis do mercado, além da capacitação humana, com a criação de protocolos e procedimentos de recuperação dos atletas. Tudo baseado nas principais estruturas do mundo. Nesta primeira semana, foram feitas visitas de diagnóstico, com o intuito de conhecer a estrutura e os processos realizados pela equipe de fisioterapia do Clube. As próximas visitas do consultor em fisioterapia esportiva será para começar a fazer algumas implementações baseadas no que foi visto no CT.

Entre os métodos que serão implantados, haverá uma atenção especial ao desenvolvimento de grandes programas preventivos de lesões. Também está prevista uma revigorada nos processos de recuperação pós-esforço, depois de jogos e seções de treinos, com métodos modernos. "O Sport vai fazer um grande investimento em estrutura. Nós vamos comprar os principais equipamentos disponíveis, muitos importados, de ponta. Os mesmos utilizados nos centros de treinamento da Europa e principais do Brasil", disse Ricardo Vidal, que vai estar presente no Clube no mínimo uma semana por mês.

"O Sport já conta com uma equipe de profissionais altamente qualificada, e com esse upgrade seguramente a gente vai se transformar no principal centro de reabilitação de atletas do Norte e Nordeste", destacou o consultor. De acordo com o vice-presidente médico Marcelo Capela, o revigoramento dos setores clínicos e físicos foi colocada como prioridade pelo presidente João Humberto Martorelli e faz parte de um processo de modernização que vem sendo posto em prática no Clube nos últimos anos.

"Foi um pedido do Martorelli, para que nosso centro de recuperação seja realmente uma referência para qualquer jogador do Brasil. Além do que há de melhor de equipamentos, vamos utilizar padrões FIFA/UEFA de protocolos. Um sistema informatizado e integrado à quantificações de lesões, da base ao profissional. Tudo isso faz parte do planejamento estratégico de modernização do Clube", exaltou Capela, lembrando ainda que o Clube já tem utilizado o SADE, sistema de gerenciamento de lesões.

Por sua vez, o executivo de futebol André Zanotta acredita que o "novo DM" - que será "batizado" ainda neste mês de maio - será fundamental para minimizar as lesões, com os trabalhos preventivos, e ajudará a contar com os atletas no maior número de jogos possíveis. "O Sport dá mais um passo em direção à modernidade, chegando o mais perto dos grandes clubes da Europa, e será mais uma referência. Trata-se de um grande salto que o clube está dando e que certamente vai levá-lo a um patamar ainda mais elevado", pontuou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário