sexta-feira, 3 de junho de 2016

Casa Cor 2016 valoriza cultura popular no Recife

Casarão no bairro das Graças foi escolhido para abrigar a mostra de decoração




Reprodução
Sobrado do século XIX terá cerca 35 ambientes

A tradicional a Casa Cor Pernambuco chegará à sua 30ª edição no dia 23 de setembro. Este ano, o evento, que segue até 6 de novembro, terá como tema a “Celebração do Morar Brasileiro” e contará com a participação de arquitetos, designers e paisagistas renomados, que assinarão o projeto de aproximadamente 35 ambientes. Pertencente ao Grupo Abril, o evento é reconhecido como a maior e melhor mostra de arquitetura, decoração e paisagismo das Américas.

O local escolhido para abrigar a mostra deste ano foi um sobrado do século XIX, com arquitetura colonial e estilo classicista imperial, situado na Zona Norte do Recife. “É um lugar de bom gosto e cheio de história. O casarão representa muito da história de Pernambuco, que é rica e fascinante”, disse Isabela Coutinho, responsável pela Casa Cor em 2016.

O imóvel, localizado na Avenida Rui Barbosa, número 471, no bairro das Graças, foi construído por volta de 1850. Do ponto de vista histórico cultural, ele recebeu, em seus tempos áureos, a visita de personalidades ilustres, como Luís Carlos Prestes, Getúlio Vargas, Gilberto Freyre e os irmãos Kennedy.

Nos ambientes da Casa Cor, quem busca ideias para decorar a casa pode encontrar inspiração. Este ano, a intenção é valorizar a cultura pernambucana. “A casa cor, não pode ser apenas um evento de decoração. Sim uma mistura de ambientes, de cor, das artes, da culinária. Isso tudo tem relação com a decoração da casa”, afirmou Isabela. 

 Querendo valorizar mais a cultura de Pernambuco, as decorações serão inspiradas nas “coisas da terra”, nos mestres artesãos e na sabedoria popular. “Não que outras culturas não sejam importantes, mas a nossa tem que ser valoriza­da por nós, temos que abraçar aquilo que temos em nossas mãos”, acrescentou.

Além da cultura, outro aspecto que vai ser bastante valorizado esse ano no evento é a economia. Espaços serão construídos mostrando que, para deixar o ambiente com sua cara, não é preciso gastar muito. “Poupar é tendência global, temos que criar uma consciência de que não é preciso gastar muito em nossa casa, para poder ficar elegante e de bom gosto. Com a decoração certa, tudo fica pessoal e de bom gosto”, ressaltou a administradora do evento.

A Casa Cor realiza 20 eventos nacionais em vários estados: Alagoas, Bahia, Brasília,Ceará, Espírito Santo, Goiás, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, e Santa Catarina. Também acontecem edições em cinco países, Estados Unidos, Peru, Chile, Equador e Bolívia. Este ano, os ingressos custarão R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia entrada).

Hecton Torres, da Folha de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário