quinta-feira, 9 de junho de 2016

Censura, perseguição e intimidação no Paraná

A série de ações que juízes paranaenses abriram contra repórteres do jornal Gazeta do Povo foi classificada como estratégia de perseguição e intimidação pelo jornal O Estado de S. Paulo.

“Ao noticiar essa imoralidade[supersalários no Judiciário], os jornalistas paranaenses só repetiram o que todos sabem — e, ao processá-los por meio de uma ação orquestrada, alegando que se sentem ofendidos quando cidadãos que pagam impostos criticam seus supersalários, aqueles juízes estaduais mostraram o quanto têm medo da verdade”, escreveu o jornal.

Já os pedidos de prisão preventiva que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, impetrou junto ao STF contra Renan Calheiros, José Sarney, Eduardo Cunha e Romero Jucá foram exagerados, segundo opinião do jornal Folha de S.Paulo

Os grampos que motivaram o pedido, segundo o jornal, mostram conversa política e desejos que de que a operação “lava jato” mude de rumo. “Pontos de vista que evidentemente merecem forte repúdio por parte da população —mas cuja discussão não constitui por si nenhuma prática criminal”, escreveu o jornal em editorial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário