segunda-feira, 20 de junho de 2016

Compesa inaugura novo Sistema de Abastecimento em São Joaquim do Monte


A comunidade de Vila Santana, em São Joaquim do Monte, Agreste do estado, vai passar a ter água de qualidade fornecida pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Ontem (16), foi inaugurado o Sistema de Abastecimento de Água (SAA) Vila Santana, um investimento realizado pela Compesa no valor de R$ 3,2 milhões que beneficia diretamente 3,5 mil pessoas. 

O evento ocorreu na nova Estação de Tratamento de Água (ETA) da comunidade e teve a presença do governador Paulo Câmara, do secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões, do presidente da Compesa, Roberto Tavares, e de outras autoridades.

monte3 dentyro

O atendimento de Vila Santana vinha sendo feito por um sistema mantido pelo município que tirava água de um poço e distribuía para algumas casas. Agora, todas as cerca de 700 moradias receberão água, que passará, antes, pela nova ETA construída pela Compesa. A captação vai acontecer na Barragem do Prata. “Esses investimentos dialogam com a saúde da população, a proteção do meio ambiente e o desenvolvimento econômico do Estado”, declarou o governador Paulo Câmara, que também inaugurou o novo abatedouro do município.

Para captar e transportar a água do reservatório do Prata até Vila Santana, a Compesa instalou uma Estação Elevatória na barragem com dois conjuntos moto-bombas. Eles conseguem bombear seis litros de água por segundo, o suficiente para abastecer toda a comunidade. A distância entre a estação de bombeamento e a estação de tratamento totaliza 14,5 quilômetros e é vencida por uma tubulação de 150mm de diâmetro que também foi implantada pela Compesa. A companhia também instalou três quilômetros de rede de distribuição para levar água da Estação de Tratamento de Água para a comunidade. “Concluída a primeira etapa dessa obra, que consiste no transporte da água do Prata até a ETA, vamos entrar na fase de fazer as ligações domésticas”, explicou o presidente da Compesa, Roberto Tavares, deixando claro que as tubulações serão feitas de forma gradativa.

monte2 dentro

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões, a obra é mais um investimento feito pelo Governo do Estado que vai transformar a vida da população. “Sabemos a importância que é para a dona de casa, para o pai de família e para o comerciante abrir a torneira e ter água de qualidade. Aqui vocês sempre sofreram por não poderem contar com água de qualidade. A partir dessa obra, esse problema será coisa do passado”, afirmou Norões.

Até o final de junho, a Compesa deverá estabilizar o novo sistema, que passa por pequenos ajustes comuns nessa fase de início de operação. Os moradores também serão informados, posteriormente, sobre como proceder para a instalação de hidrômetros, que farão a medição do consumo da água por imóvel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário