sexta-feira, 24 de junho de 2016

Empresas americanas no Brasil investem 1 milhão de reais em universidades federais

Grupo +Unidos viabilizará mais cinco laboratórios de idiomas em universidades federais brasileiras.

No último dia 16, o Grupo +Unidos – uma parceria entre a Embaixada dos EUA por meio da Agência de Desenvolvimento Internacional Americana (USAID) – reuniu, em São Paulo, executivos de diversas empresas americanas estabelecidas no Brasil, para compartilhar os últimos resultados de projetos apoiados pelo Grupo, além de anunciar a viabilização de mais cinco laboratórios de idiomas nas federais do Amazonas, Ceará, Mato Grosso, Pará e Rio Grande do Sul.

A iniciativa é uma parceria do +Unidos com o Ministério da Educação (MEC), a partir do Programa Idiomas sem Fronteiras – IsF. Para possibilitar a instalação dos laboratórios, o Grupo investe cerca de R$ 100 mil na aquisição de equipamentos, computadores, softwares e servidores para o ensino do inglês, preferencialmente, aos alunos da Universidade. Nos últimos 2 anos o projeto já beneficiou mais de 10 mil estudantes com os laboratórios entregues na UFSCAR, UFPel, UFPE, UFRJ e UnB. A expectativa é de que, com os 10 laboratórios prontos, o Programa alcance mais de 1 milhão de estudantes beneficiados nos próximos 10 anos.

Para Waldenor Moraes, vice-presidente de tecnologias e ensino de línguas do Programa IsF, a parceria com o Grupo +Unidos prova que é possível unir o público ao privado, gerando resultados transformadores para a sociedade brasileira. “Desde o início o +Unidos acreditou que seria possível fazer mais pelo programa. Hoje, o Idiomas sem Fronteiras beneficia milhares de estudantes universitários e deve chegar a todas as regiões do Brasil, de norte a sul”, completa.

A embaixada americana, representada por Steve Knobe, destacou a importância de iniciativas como essa. “Nos orgulhamos muito de poder contribuir com projetos inspiradores que geram resultados tão impactantes. Incentivar o senso de responsabilidade social nas empresas é um compromisso que temos conseguido levar adiante, principalmente através do +Unidos”, afirma.

A parceria também é de grande satisfação para o +Unidos. Segundo Gilberto Peralta, presidente do Conselho Diretivo do Grupo e CEO da GE no Brasil, as projeções do Projeto para o futuro são bastante animadores. “Temos previstas mais 5 entregas que deverão acontecer entre o segundo semestre deste ano e o primeiro semestre de 2017. Esses laboratórios fortalecerão ainda mais nossa corrente a favor da internacionalização das Universidades Federais brasileiras. Nossos jovens precisam desse apoio e nós, como empresas americanas, temos o dever de participar ativamente dessa transformação”, comenta o executivo.

Para saber mais sobre o Programa Inglês Sem Fronteiras, clique aqui
(#Envolverde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário