quarta-feira, 29 de junho de 2016

Estado de Pernambuco beneficiado em acordo assinado entre Brasil e Argentina

O investimento para aplicação de medidas voltadas para zona costeira é de de R$ 55 mi



Reprodução
Corais são foco de APA beneficiada por acordo entre países

Três municípios do sul de Pernambuco serão beneficiados por dois acordos assinados na útlima  terça-feira (28) entre o Brasil e Alemanha. O Ministério do Meio Ambiente (MMA) garantiu investimento de R$ 55 milhões para aplicação de medidas voltadas para a gestão da zona costeira do País e à mudança do clima.


Com a verba, serão financiados o Programa Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação e o projeto de Proteção e Gestão Integrada da Biodiversidade Marina e Costeira (TerraMar). Este último atua sobre a Área de Proteção Ambiental de Costa dos Corais, que abrange, além de oito cidades alaganas, São José da Coroa Grande, Barreiros e Tamandaré, todos na Mata Sul de Pernambuco.

Tanto o TerraMar quanto o Programa Planos Setoriais terão duração de cinco anos. O objetivo principal é incentivar o desenvolvimento ambiental e a sustentabilidade, de acordo com o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho.


O MMA ainda vai traçar as ações específicas a serem tomadas, assim como decidir como o dinheiro será investido, mas já se sabe que 60% do dinheiro será investido na gestão do conhecimento e em ações de redução de emissões de gases de efeito estufa em setores como energia e combate ao desmatamento na Amazônia. A APA da Costa dos Corais, da qual Pernambuco faz parte, está dentro do projeto que recebe os outros 40%.

A Região de Abrolhos, na Bahia e no Espírito Santo, é a outra área monitorada pelo TerraMar. O funcionamento envolve, além de planejamento ambiental territorial, ações de capacitação, desenvolvimento de metodologias e ferramentas para a gestão costeira. O projeto, de acordo com o embaixador da Alemanha no Brasil, Dirk Brengelmann, é a parcela do trato voltada à biodiversidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário