sexta-feira, 3 de junho de 2016

Estudantes participam de peixamento em Petrolina (PE) e inserem 40 mil alevinos no rio São Francisco


 
Alunos de escolas estaduais do município pernambucano de Petrolina participaram, nesta sexta (03), de um peixamento educativo por meio do qual foram inseridos cerca de 40 mil alevinos no rio São Francisco. A ação marcou o encerramento da IV Semana do Meio Ambiente, evento promovido pela Codevasf que teve como foco a preservação do Velho Chico.
 
Antes do peixamento, os 40 estudantes que estavam presentes ouviram uma breve explanação do engenheiro de pesca e chefe do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro (PE), Rozzanno Figueiredo, sobre a importância da preservação do meio ambiente. Para Adriano Davi, aluno da escola Moisés Barbosa, a explicação do engenheiro da Codevasf permitiu que ele soubesse qual a real importância dos peixes para o rio. “Essa iniciativa está sendo muito bem aceita pelos alunos. É uma maneira de salvar o nosso bem mais precioso, que é rio São Francisco”, afirmou o jovem.
 
Após a conversa, os próprios alunos, auxiliados por técnicos da Codevasf, soltaram os peixes no rio. De acordo com Rozzanno Figueiredo, promover peixamentos que, além de povoarem as águas do Velho Chico com espécies nativas, contam com a participação de estudantes de escolas públicas para mostrar a eles a importância de conservação do meio ambiente tem sido um expediente adotado pela Codevasf nos últimos anos. 
 
O engenheiro salientou, ainda, que as espécies depositadas são nativas do rio, e algumas delas são cada vez mais difíceis de ser encontradas. “A gente aproveitou pra colocar no rio espécies de Curimatã, Piau e Pacamã, que são peixes de importância econômica e ecológica. O Pacamã, inclusive,é um peixe ameaçado de extinção”, informou Figueiredo.
 
Ouça a entrevista do chefe do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro (PE):https://soundcloud.com/codevasf/chefe-do-centro-integrado-da-codevasf-fala-sobre-peixamento-realizado-em-petrolina
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário