quarta-feira, 1 de junho de 2016

Internet gratuita - Conecta Recife ganha mais 19 pontos de acesso ao Wi-Fi

O Compaz, o Jardim Botânico e a Biblioteca de Casa Amarela são alguns dos novos lugares contemplados com o serviço. Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

O Conecta Recife entra em uma nova fase e oferece um serviço ainda mais moderno e ampliado para os recifenses. Novos locais foram contemplados com wifi gratuito. Agora, são 19 novos pontos de acesso, somando 93 ao total, em seis regiões da cidade. A exemplo de outros serviços deste tipo no mundo, a partir deste mês, o usuário não precisa realizar mais o cadastro para utilizar a internet e a velocidade e tempo de navegação foram ampliadas. Além disso, todos os locais já estão recebendo novos equipamentos e antenas, o que torna o sinal mais rápido e eficiente. Todas as mudanças representam ainda mais tecnologia e inclusão digital para a população.

O Compaz do Alto de Santa Terezinha e a Biblioteca de Casa Amarela, equipamentos inaugurados pela Prefeitura neste ano, receberam mais nove pontos de conexão, sendo oito somente no Compaz. Além deles, o Mercado da Encruzilhada e a Upinha Guabiraba também foram contemplados. O Parque da Jaqueira teve o serviço ampliado e recebeu mais dois pontos para conexão, além dos cinco já instalados. A ideia é que mais 10 mil pessoas usufruam do serviço, além das mais de 200 mil que já utilizaram desde novembro de 2014, mês de lançamento do projeto.

Os novos locais foram escolhidos visando incluir digitalmente o cidadão, principalmente nos equipamentos da PCR, que recebem dezenas de pessoas diariamente. A Upinha da Guabiraba foi a primeira unidade de saúde a receber o sinal de internet. O sucesso na utilização reafirmou a intenção da Prefeitura do Recife de ampliar o serviço para pelo menos mais 20 unidades de saúde até o fim do ano. A Biblioteca de Afogados, inaugurada no último dia 18/04, e o Jardim Botânico receberão o sinal de wifi até o fim do mês de junho.

A partir de uma pesquisa com outras cidades do Brasil que possuem um serviço semelhante ao Conecta, a Emprel retirou a necessidade de cadastro para utilizar o serviço. Desde o período de carnaval a iniciativa estava em fase de teste. Agora, para se conectar bastar buscar o sinal “CONECTARECIFE”, solicitar a conexão e esperar a página de boas-vindas aparecer na tela. Cada usuário tem disponível, agora, duas horas de acesso contínuo, com velocidade mínima de 1 Mbps, outras duas mudanças que otimizam o serviço. Depois desse período, caso o usuário queira prosseguir com o acesso, basta solicitar a conexão novamente.

As antenas que distribuem o sinal estão sendo trocadas em todos os 93 pontos. O equipamento anterior está sendo mudado por uma antena com tecnologia Omni, que possui maior ganho e raio de cobertura do sinal, passando de 60 para 80 metros, que permite uma conexão mais estável e rápida. Grande parte dos pontos do Recife Antigo e da Avenida Boa Viagem, como o Dona Lindu e os três Jardins, os mais acessados, já estão com os novos equipamentos em funcionamento. A previsão é que até o fim do semestre, todos sejam trocados.

“Nosso foco é expandir para as pessoas que mais precisam e em locais que tenham infraestrutura já instalada do município. O Compaz, por exemplo, é um sucesso. É um equipamento imerso no Alto Santa Terezinha, onde conseguimos atender toda a comunidade e arredores. Nesse sentido, agora estamos investindo em wifi indoor, com tecnologia de ponta, aproveitando a estrutura administrativa e otimizando os custos. Na Upinha focamos nas salas de espera, onde o cidadão circula e pode acessar do dispositivo móvel, a principal porta de entrada dos acessos. Hoje, temos em média 6 mil pessoas acessando o serviço por dia. Com a ampliação, queremos alcançar a marca de 10 mil por dia e 300 mil por mês”, afirmou o presidente da Emprel, Eugênio Antunes.

MUDANÇAS
  • Novos locais foram contemplados com wifi gratuito. Agora, são 19 novos pontos de acesso, passando de 74 para 93 no total.
  • O usuário não precisa mais realizar o cadastro para utilizar a internet.
  • A velocidade passou de 640 Kbps para 1 Mbps.
  • O tempo de navegação foi ampliado de 1 para 2 horas ininterruptas.
  • Todos os locais estão recebendo novos equipamentos e antenas, o que melhora a qualidade do sinal.
NOVOS PONTOS
  • Parque da Jaqueira (2 novos pontos)
  • Compaz (8 pontos)
  • Upinha Guabiraba (1 ponto)
  • Biblioteca de Casa Amarela (1 ponto)
  • Mercado da Encruzilhada (4 pontos)
  • Jardim Botânico (2 pontos a ser disponibilizado em junho)
  • Biblioteca de Afogados (1 ponto a ser disponibilizado em junho)
CENTRAL – O projeto também disponibiliza para o usuário um serviço para reclamações e avisos de falhas no sistema, através da central telefônica 156. A sala de monitoramento, chamada Network Operations Center, localizada na Emprel, recebe o chamado do cidadão em tempo real e a partir disso, são enviadas equipes para a manutenção da rede. Porém, para evitar qualquer pane no sistema, a rede é monitorada durante todo o dia por técnicos especializados, garantindo o pleno funcionamento do serviço. Não há restrições para o acesso, exceto a navegação em sites de conteúdo impróprio, como os de pornografia, por exemplo. Desta forma, os dados dos usuários ficam assegurados através do servidor do sistema.

TECNOLOGIA – O sinal wifi é distribuído através de quatro Estações de Rádio Base (ERB) localizadas na sede da Emprel, no Morro da Conceição, na Prefeitura do Recife e na Praia do Pina. As ERBs ligam-se aos 93 pontos, chamados hotspots, que estão sinalizados para indicar ao usuário o local exato onde há o melhor sinal em cada região.
Cada usuário tem disponível duas horas de acesso contínuo com velocidade mínima de 1 Mbps. Após este período o acesso cai e o usuário deve se conectar novamente para restabelecer o acesso. Cadahotspot suporta em torno de 100 usuários simultaneamente com qualidade suficiente para desempenhar tarefas como assistir vídeos, baixar arquivos, navegar na internet e nas redes sociais. O sistema que suporta o serviço possui as tecnologias mais modernas de wifi outdoor e indoor (em espaços abertos e fechados). Inclusive, todo o sistema é monitorado e gera relatórios em tempo real, o que ajuda na melhoria e atualização do serviço durante o seu funcionamento.

Locais contemplados com o Conecta Recife:

Região Noroeste – Praça do Derby (2 zonas wifi); Parque da Jaqueira (7 zonas wifi); Parque Santana (3 zonas wifi); Praça do Morro da Conceição; Praça do Trabalho; Sítio Trindade (2 zonas wifi); Mercado de Casa Amarela; Biblioteca Municipal de Casa Amarela, Upinha da Guabiraba.

Região Centro – Praça da República, Casa da Cultura (3 zonas wifi), Parque 13 de Maio (4 zonas wifi); Rua da Aurora; Praça do Arsenal; Rua da Guia; Rua do Bom Jesus; Avenida Rio Branco; Av. Marquês de Olinda; Forte do Brum; Rua da Moeda; Av. Alfredo Lisboa; Rua Madre de Deus; Marco Zero (4 zonas wifi); Forte das Cinco Pontas; Mercado da Boa Vista; Mercado de São José (2 zonas wifi);

Região Oeste – Mercado do Cordeiro; Mercado da Madalena (2 zonas wifi); Praça da Avenida do Forte;

Região Sudoeste – Mercado de Afogados; Praça de Jardim São Paulo; Praça de San Martin; Jardim Botânico (02 zonas de wifi); Biblioteca de Afogados.

Região Sul – Lagoa do Araçá (2 zonas wifi); Pina, em frente ao JCPM e em frente ao Hotel Transamérica; Avenida Boa Viagem, em frente ao Hotel Atlante Plaza, nos 1º, 2º e 3º jardins e nos quiosques 3,16,18,20,22,24,26,28,30,32,33,34,38,45 e 51; Pracinha de Boa Viagem (2 zonas wifi); e Parque Dona Lindu (3 zonas wifi).

Região Norte – Compaz Alto Santa Terezinha (08 zonas de wifi); Mercado da Encruzilhada (04 zonas de wifi).

Fonte: PCR

Nenhum comentário:

Postar um comentário