sexta-feira, 3 de junho de 2016

Mendonça libera R$ 25,7 milhões para Pernambuco

O ministro da Educação, Mendonça Filho, autorizou, hoje, a liberação de R$ 488,9 milhões para as 63 universidades federais, hospitais federais e para os 41 institutos federais de educação profissional, científica e tecnológica. 

Desse valor, R$ 25,7 milhões são para atender a UFPE, UFRPE, Univasf, IFPE e Fundaj. 



Mendonça Filho afirmou que a liberação de recursos para amenizar as dificuldades financeiras das universidades, institutos federais e hospitais federais é prioridade do MEC. "Recebi reitores e entidades representativas das universidades e institutos federais e todos se queixam de dificuldades financeiras, que comprometem as atividades", afirmou o ministro, destacando que a liberação de recursos para amenizar essas dificuldades financeiras é prioridade do MEC.

Os recursos liberados hoje para as federais serão aplicados tanto na manutenção e custeio (serviços terceirizados, material de consumo, energia elétrica, água, hospitais universitários, entre outros) quanto no auxílio financeiro para incentivar a permanência dos estudantes de baixa renda (assistência e moradia estudantil, alimentação, transporte, entre outros benefícios).

Para as instituições federais de Pernambuco o MEC liberou R$ 10 milhões para a UFPE; R$ 5,2 milhões para o IFPE; R$ 2,6 milhões para Univasf; R$ 5 milhões para UFRPE; R$ 1,9 milhões IFPE Sertão e R$ 802 mil para a Fundaj.

Ontem, o ministro abriu a agenda para receber entidades representativas da educação, entre elas a Associação Brasileira de Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e o Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular e da Associação Brasileira para o Desenvolvimento da Educação Superior.

Esta semana o MEC liberou o repasse de R$ 396,54 milhões ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), referente a quarta parcela do recurso destinado aos programas nacionais de Alimentação Escolar (Pnae) e de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate).

Nenhum comentário:

Postar um comentário