terça-feira, 14 de junho de 2016

Município de Panelas terá mais água nas torneiras



A cidade de Panelas, distante 142 quilômetros  do Recife,  ganhará  uma obra de ampliação do abastecimento de água, um investimento de R$ 4 milhões. Os recursos foram assegurados pelo governador  Paulo Câmara, que havia prometido aos panelenses  a execução  de uma obra estruturadora para o município. 

A  autorização para  a licitação foi assinada esta tarde (13) pelo  presidente da Compesa, Roberto Tavares, pelo prefeito de Panelas, Sérgio Miranda e pelo diretor Regional do Interior da companhia, Marconi de Azevedo.  “Apesar da grave crise  financeira que estamos atravessando, o governador  foi sensível ao antigo pleito dos moradores que  sofrem com os efeitos da estiagem na região Agreste, a pior dos últimos 50 anos”, afirmou Tavares.  

A expectativa do presidente da estatal é que  o processo de licitação, cujo edital será publicado amanhã (14), seja finalizado   em 40 dias.  O projeto tem prazo de execução de 180 dias, mas  a Compesa acredita que  em  três meses, a partir da assinatura da ordem de serviço, a população já sinta os efeitos da melhoria do abastecimento de água, beneficiando 20 mil pessoas.

Durante muito tempo, a Compesa  trabalhava com a possibilidade de resolver  a questão de abastecimento de Panelas por meio da exploração da Barragem Patameiro, localizada em  uma propriedade particular, pertencente a um deputado federal do Estado de Alagoas. 

Como nunca conseguiu efetivar essa autorização, os técnicos da  companhia encontraram  outra solução para  atender Panelas: transportar água de um manancial de excelente qualidade,  a barragem do Cajueiro, situada na cidade de Cupira, que tem ainda outro reservatório, o manancial do engenho São Jorge. 

Com  uma capacidade de armazenar 2 milhões de metros cúbicos, a água será transportada por meio de uma adutora de 12,5  km de extensão, que seguirá até o reservatório da cidade de Panelas. A Estação de Tratamento de Água de Cupira também será  ampliada para absorver o aumento da vazão e destinar  15 l/segundo aos habitantes de Panelas.

Neste novo projeto, a Compesa irá ainda requalificar alguns trechos da rede de distribuição da cidade com o objetivo de  garantir mais água, com confiabilidade, diminuindo a ocorrência de vazamentos. Segundo o prefeito de Panelas, Sérgio Miranda, a obra  vem ao encontro dos anseios da população, que sempre reivindicou uma solução definitiva  para o abastecimento de água da cidade. 

“Sabemos da  escassez de recursos financeiros  do Estado e estamos muito felizes por ter o nosso pleito atendido. Não queremos ficar refém da seca, precisávamos de uma solução para a cidade”, observou o prefeito.

Na opinião do Diretor Regional do Interior, Marconi de Azevedo, pelo fato da obra ser executada em parceria com a prefeitura de Panelas, as ações serão mais céleres, uma vez que o município será responsável pelas escavações  para  o assentamento de todas as tubulações.  

“Os nossos técnicos vão focar nas intervenções necessárias na estação de tratamento de água e no  reservatório, enquanto a prefeitura promove as escavações. Com essa contribuição  da prefeitura, o assentamento dos tubos será  antecipado, o que permitirá que a água chegue nas casas das pessoas bem antes da conclusão de todas as intervenções projetadas”,  adiantou  Marconi de Azevedo. 

O município de  Panelas é  abastecido   por meio da Barragem São Sebastião, um manancial de pequeno porte que, durante o verão, não  tem capacidade  para acumular o volume de água   suficiente para  atender aos moradores de forma continua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário