segunda-feira, 27 de junho de 2016

Quartos do hotel Waldorf Astoria, em NY, serão transformados em apartamentos de luxo

Situado na Park Avenue, o renomado hotel hospedou todos os presidentes americanos desde a sua inauguração, em 1931

Hotel Waldorf Astoria New York
Hotel Waldorf Astoria New York(VEJA.com/Divulgação)
O tradicional hotel de Nova York Waldorf Astoria será fechado temporariamente em 2017 para que pelo menos três terços de seus mais de 1.400 quartos sejam transformados em apartamentos de luxo. Inaugurado em 1931, o hotel já hospedou todos os presidentes americanos desde a gestão de Herbert Hoover, que deixou a Casa Branca em 1933.

A multinacional chinesa Anbang Insurance Group Co., que administra o hotel, planeja reformar 1.100 dos 1.413 quartos do Waldorf Astoria e convertê-los em 300 a 500 apartamentos de luxo. As alterações podem custar até 1 bilhão de dólares (equivalente a 3,4 bilhões de reais), de acordo com o jornal americano The Wall Street Journal.

As reformas estão planejadas para começar em março de 2017 e devem durar até 3 anos. O plano de mudanças no hotel também inclui a demissão de centenas de funcionários. As mudanças seguem a compra do hotel pela Anbang Insurance da administradora da rede de hotéis Hilton, a Hilton Worldwide Holdings, em 2014, por 1,95 bilhão de dólares (6,62 bilhões de reais).

O Waldorf Astoria foi considerado o maior hotel do mundo após sua inauguração na década de 30 com 47 andares, mais de 1.400 quartos, 100 suítes e o primeiro a incluir o serviço de quartos. Situado na Park Avenue, é um marco histórico da cidade de Nova York.
Hotel Waldorf Astoria New York
Hotel Waldorf Astoria New York(VEJA.com/Divulgação)
Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário