sexta-feira, 24 de junho de 2016

Serra Negra: frio 'europeu' e calor humano em Pernambuco

Pernambucanos e turistas ficam espantados com temperaturas amenas do interior pernambucano 







Localizada na zona rural de Bezerros, a Terra dos Papangus, no interior de Pernambuco, Serra Negra tem para muitos o melhor São João do Estado. O frio "europeu" característico da cidade atrai pessoas de diversos locais e mostra que Pernambuco não é feito somente de calor tropical.

Às 18h desta sexta-feira (23), o termômetro localizado próximo ao palco principal de shows de Serra Negra marcava 18º C. "Eu não esperava esse frio todo aqui em Pernambuco", comentou a comerciante Giovana Carneiro, de 40 anos, em conversa com o LeiaJá

Ela e o marido, o advogado Maurício Marques, de 46 anos, vieram pela primeira vez juntos a Serra Negra. "Estou achando lindo, é um São João diferente, o melhor do Brasil", disse Giovana.

O casal confessa que não previu o frio que faz na cidade. Natural de Santos, em São Paulo, se programaram para usar roupas leves. "Eu peguei esse casaco na mala porque foi o que eu trouxe. Não sabia que fazia tanto frio aqui", disse Maurício. 

Apesar das temperaturas baixas, ambos já estão acostumados com o clima. "Em Santos, no inverno, as temperaturas chegam a 10 graus. Então aqui é um frio 'fresquinho'", brincou Maurício.

Natural de Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR), a advogada Juliana Ferreira, 35, está acostumada com a festa junina de Serra Negra, mas o frio ainda é intenso. "É uma diferença grande de Olinda para cá, mas dá pra passar uns quatro ou cinco dias tranquilamente", explicou Juliana.

Outro motivo que a leva a frequentar sempre sua casa de campo em Bezerros é a tranquilidade: "Eu acho aqui tranquilo e não vejo violência alguma".

Casados há oito anos, Luciano Bezerra e Maria Anastácia Martins frequentam o São João de Serra Negra há dois anos. Luciano é servidor e mora na cidade desde o mesmo período e o frio já é algo comum. "Eu acho o clima muito bom, bem diferente do calor de Jaboatão dos Guararapes [na RMR], onde eu moro nos fins de semana", confessa.

Quem também aprova o frio local é o advogado Iraquitan Freitas, de 50 anos. O homem veio com a família para Gravatá, cidade vizinha a Bezerros, e passou em Serra Negra para visitar. "Já é a segunda vez que venho aqui com a família. Eu acho o clima daqui bem agradável, um frio bem diferente", explicou Iraquitan, que mora em Igarassu, Zona da Mata de Pernambuco.

Leia Já

Nenhum comentário:

Postar um comentário