sábado, 23 de julho de 2016

Até novembro Prefeitura do Recife inaugura Compaz do Cordeiro

O segundo Centro Comunitário da Paz vai atender moradores de pelo menos cinco bairros da capital

Compaz Cordeiro foi construído no antigo clube de funcionários da Chesf / Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
Compaz Cordeiro foi construído no antigo clube de funcionários da Chesf
Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem

Margarida Azevedo

Depois de várias promessas de conclusão por parte da gestão municipal, o Centro Comunitário da Paz (Compaz) Cordeiro Ariano Suassuna agora vai virar realidade. Quem passa pela Avenida Abdias de Carvalho logo vê o imponente prédio, do lado direito, no sentido cidade-interior, onde por muito tempo funcionou o Clube dos Funcionários da Chesf. 

A obra estrutural está quase terminada. A construtora entregará o prédio pronto à prefeitura em agosto. Serão mais dois ou três meses para mobiliar e montar equipe. Até novembro, portanto, o centro começará a funcionar, estima o secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti.

Moradores de pelo menos cinco bairros serão beneficiados: Cordeiro, Torrões, Prado, San Martin e Bongi, que juntos somam uma população de cerca de 150 mil pessoas (Recife tem 1,6 milhão de habitantes). 


“Preciso de 60 a 90 dias para organizar o prédio após recebê-lo da construtora. Vamos trazer algumas pessoas que já trabalham conosco no Compaz do Alto Santa Terezinha e selecionar outras. Serão necessários cerca de 80 funcionários, fora uns 45 guardas municipais”, diz Murilo Cavalcanti. Os móveis e equipamentos ainda não foram comprados. Estão orçados em R$ 3 milhões.

Para reformar o espaço – o antigo clube já tinha o prédio principal, piscina, duas quadras de tênis, quadra coberta – a prefeitura investiu R$ 15,7 milhões. Outros R$ 13 milhões foram para compra do terreno. Inicialmente o local seria doado pela Chesf ao município. Mas a doação não foi autorizada pelo governo federal, segundo o Executivo municipal. Uma novidade em relação ao primeiro Compaz foi a construção de duas rampas de skate.



Os engenheiros Igor Souza e Sidney Teixeira, da construtora Multicon, responsável pela obra, informam que faltam 20% de serviços a serem executados. “Agora estamos na fase de acabamento e pintura. A grama do jardim está sendo colocada, assim como a iluminação. Concluímos a parte elétrica. A ligação de água e esgoto também foi terminada”, explicam. A empresa assumiu a obra no início de maio. A construção começou em junho de 2013 mas ficou muito tempo parada. O lançamento do Compaz Cordeiro foi uma dos primeiros atos do prefeito Geraldo Julio quando assumiu seu mandato, em janeiro de 2013.

BIBLIOTECA


Assim como no Compaz Eduardo Campos, inaugurado em março deste ano no Alto Santa Terezinha, Zona Norte do Recife, a biblioteca será o carro-chefe do Compaz Cordeiro. “É como se fosse um shopping da cidadania. Vamos ter esportes, como artes marciais, futebol, natação, hidroginástica. Também cursos de idiomas, mediação de conflito, reforço escolar e uma grande biblioteca, entre outros serviços”, conta Murilo.

Tendo como parâmetro o Compaz da Zona Norte, que já contabiliza 30 mil atendimentos, o secretário de Segurança Urbana acredita que o novo centro atrairá um público ainda maior devido à sua localização (mais fácil de chegar).

Ele busca reforçar a parceria com empresas. “Estamos sendo procurados por empresários que querem nos ajudar, o que é muito bom. Isso diminui o nosso custo, dá sustentabilidade aos centros e respaldo da sociedade”, enfatiza Murilo.


O acervo inicial da biblioteca, por exemplo, contará com cerca de 6 mil livros comprados pela prefeitura e mais 4 mil doados por parceiros como a Fundação Itaú Social. Doações de livros (que não sejam didáticos) novos ou em bom estado de conservação são bem-vindas, de acordo com o secretário.

O terceiro Compaz que começou a ser feito, localizado no Coque, área central do Recife, está com a obra parada. Murilo terá uma reunião na próxima semana com o governo estadual, parceiro da empreitada, para definir como retomar o serviço. Ele acredita que até o final do ano o prédio será inaugurado. “A obra já avançou 70%”, informa o secretário.


JC Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário