sexta-feira, 1 de julho de 2016

Cais de Santa Rita vai ganhar praça de alimentação

O futuro espaço irá funcionar ao lado do terminal, que abrigará os comerciantes que antes comercializam no local em barracas



O projeto de requalificação do Cais de Santa Rita, no Centro do Recife, passou a contar com verbas do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) para ser concluído. Por meio dessa parceria, terá início semana que vem a obra que pretende instalar uma coberta metálica de três mil metros quadrados no local. O investimento será de aproximadamente R$ 3,2 milhões e o prazo para conclusão é de 180 dias. A coberta deve abrigar a nova praça de alimentação do espaço e 500 barracas de comerciantes. O secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, a secretária-executiva da pasta, Manoela Marinho, e o secretário de Mobilidade e Controle Urbano do Recife, João Braga, assinaram, ontem, a ordem de serviço.

A obra integra um pacote anunciado pela Prefeitura do Recife para a construção de shoppings populares, com o objetivo de reordenar o comércio informal do centro. Algumas estão paralisadas por falta de recursos. Sob esse argumento, o secretário João Braga destacou que foram priorizados os trabalhos já iniciados. Segundo ele, existem terrenos adquiridos pela gestão e desapropriados sem obra ainda porque não houve recurso. “Estamos concluindo todos os largos de feiras dos subúrbios, como Nova Descoberta, Casa Amarela, Água Fria e Afogados. No centro da cidade, escolhemos o Cais de Santa Rita, que já tínhamos começado”, afirmou.

Felipe Carreras comentou a importância do Cais de Santa Rita para o Recife. “Esse espaço data da década de 30, movimenta o comércio local e está em uma posição estratégica, no coração da capital. Nossa intenção é facilitar e organizar o trabalho dos muitos comerciantes que trabalham no Cais.” Já a secretária-executiva Manoela Marinho explicou que todo projeto do Prodetur precisa do incremento turístico para o estado. O programa é financiado pelo Bird, com três polos de atuação: Recife (toda a costa), Agreste (Bezerros, Caruaru e Gravatá) e o Sertão (Santa Maria da Boa Vista e Petrolina).

Na capital, o Prodetur também está financiando a requalificação da Avenida Rio Branco, no Bairro do Recife. “Nós temos projetos em todas essas cidades, de infraestrutura e de promoção do turismo. A obra no Cais de Santa Rita vai permitir que o turista chegue ao local. Já na Rio Branco serão feitos serviços de iluminação e promoção do pedestre”, observou Manoela Marinho.

Por causa da paralisação temporária dos trabalhos no entorno do Mercado de São José, a prefeitura recebeu denúncias de comerciantes de que o lugar havia se tornado ponto de uso de drogas e prostituição. Sobre o assunto, Braga disse que a secretaria tem conhecimento das ações ilícitas praticadas na área. “Lá sempre foi ponto de drogas e prostituição. Fizemos várias intervenções com a polícia para enfrentar essa questão. Em comparação com o que era há dois anos, está melhor, mas muito ruim ainda. Quem vai revitalizar esse espaço são as obras”, enfatizou o secretário João Braga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário