terça-feira, 19 de julho de 2016

Foto de longa exposição mostra lançamento e aterrisagem de foguete da SpaceX

Por: Ria Misra

During a time exposure the Falcon 9 SpaceX rocket is seen, left, as it lifts off from launch complex 40 at the Cape Canaveral Air Force Station in Cape Canaveral, Fla., Monday, July 18, 2016. The streak on the right is the booster landing back at the Air Force Station. The Falcon 9 is headed to the International Space Station with 5,000 pounds of supplies. (AP Photo/John Raoux)


Se você precisa de provas de que o futuro da tecnologia de reutilização de foguetes vai ser espetacular, dê uma olhada nesta imagem de alta exposição, que mostra o foguete Falcon 9, da SpaceX, deixando o Cabo Canaveral (à esquerda), na Flórida (EUA), e os rastros do propulsor de volta à Terra (à direita).

Após o lançamento do foguete Falcon 9 na madrugada desta segunda-feira (18), a nave espacial Dragon foi desacoplada do conjunto para ir em direção ao seu destino, no caso a Estação Espacial Internacional (ISS). Enquanto isso, o Falcon 9 retorna à Terra.
Esta é a quinta vez que a SpaceX consegue aterrisar com segurança o propulsor do foguete Falcon 9, e a segunda vez que a empresa conseguiu aterrissar em terra firme — a primeira foi em dezembro de 2015. Após isso, a empresa fez diversas tentativas na Of Course I Still Love You, uma plataforma de embarcação no mar, que ganhou esse nome em homenagem ao autor de ficção científica Iain M. Banks.
A empresa passou a fazer testes de pouso em embarcações, pois esta é uma opção que gasta menos combustível. Nesta missão, em específico, havia combustível o suficiente para fazer o foguete aterrissar em terra firme.
Como explica o The Verge:
“Se um foguete precisa de uma aceleração muito rápida durante o lançamento — como estes em direção à órbita terrestre alta ou com muita carga —, ele usa muito combustível. Isso faz com que haja menos combustível para o foguete voltar à Terra, o que significa que o pouso na embarcação às vezes é a única opção.”
Para mim, é incrível ver a rapidez com que a SpaceX tem tornado comum algo que engenheiros e nerds espaciais sonhavam por mais de 50 anos.
A missão levou mais de 2.000 kg de suprimentos críticos e novos experimentos para a Estação Espacial Internacional.

Mas não devemos deixar-nos acomodados com isso. Esse negócio ainda é incrível.
Caso você queira dar uma olhada em como foi o lançamento, a SpaceX  já disponibilizou a transmissão ao vivo da missão:


Imagem do topo por John Raoux/Associated Press

Gizmodo

Nenhum comentário:

Postar um comentário