quinta-feira, 21 de julho de 2016

Hotelaria de seis estados rompe parceria com Decolar.com




Diante da recusa da Decolar.com em rever as suas altas margens de comissionamento, estados considerados importantíssimos para o desenvolvimento turístico nacional optaram por romper a parceria comercial com a OTA: Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, Alagoas, Pernambuco, Ceará, Sergipe e suas capitais.

“O mercado de Salvador está em crise. Não temos como repassar este aumento. Daí nossa decisão de fechar as reservas para a Decolar até que a empresa volte atrás”, destacou o presidente da ABIH-BA, Glicério Lemos.


Com a decisão, pelos menos 40 hotéis somente da Bahia deixam de trabalhar com a Decolar. A medida engloba praticamente todos os grupos hoteleiros com atuação na capital baiana, a exemplo da Accor, Iberoestar, Express Hotéis, Sol Express, Rede Othon, Vila Galé, Grupo Catussaba e Deville.

A ABIH-BA analisa estender o boicote a outras agências online de intermediação de venda de produtos turísticos. No Rio de Janeiro não foi diferente. Cerca de 90% da oferta de leitos da cidade estão nas mãos de hoteleiros que também optaram pelo rompimento.

“O setor está em crise há quatro anos e 2016 vem se mostrando o pior deles. Aumentar a comissão neste cenário foge da realidade”, frisou o presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA) e vice-presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Salvador e Litoral Norte (SHRBS), associações que também apoiam o boicote.


Medida semelhante já foi tomada pelos hoteleiros do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Aracaju e Maceió.

Mercado & Eventos

Nenhum comentário:

Postar um comentário