quarta-feira, 13 de julho de 2016

Investimentos de R$ 6,4 milhões para requalificação do Parqtel em Pernambuco

  • Lucia Melo 

    Pernambuco começa a se preparar para entrada na nova revolução industrial, a chamada indústria 4.0. A Secretária Lúcia Melo, de Ciência, Tecnologia e Inovação anunciou hoje (12/7) o projeto de requalificação do Parqtel – Parque Tecnológico de Eletroeletrônicos e Tecnologias Associadas. Um investimento total de R$ 6,4 milhões, recursos oriundos da FINEP, Governo do Estado e Facepe, que vai transformar o Parqtel num centro de referência da manufatura avançada no estado.
    Segundo a secretária, no novo Plano Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado de Pernambuco (PCTI-PE), o PARQTEL tem um papel fundamental para promover a inovação no Estado, em conjunto com o Porto Digital, C.E.S.A.R, UPE e UFRPE. “Estamos no limiar de uma grande revolução tecnológica, uma revolução muito maior que a entrada da internet. São mudanças que vão impactar na forma de produzir e chegarão de forma muito rápida. Precisamos preparar Pernambuco para a nova manufatura”, explicou.
    Nesta quinta-feira (14/7) serão lançados os editais e chamadas públicas, que vão tornar realidade as mudanças no Parqtel, durante a realização do Workshop de Manufatura Avançada, na Jump Brasil, evento promovido pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), em parceria com a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Porto Digital.
    Com a finalidade de gerar um ambiente propício à inovação tecnológica, algumas ações estão em curso, como a criação de uma incubadora de projetos de inovação tecnológica do PARQTEL - INBARCATEL; implantação e consolidação do Centro de Pesquisa e Inovação em Manufatura Avançada do PARQTEL – CMA-PARQTEL; e o apoio à implantação do Instituto de Inovação Tecnológica da Universidade de Pernambuco dentro do PARQTEL (IIT-UPE).
    Inbarcatel - Uma das novidades no Parqtel é a criação da Incubadora de Projetos de Inovação Tecnológica (INBARCATEL), que vai acolher projetos de pesquisas com foco no desenvolvimento de produtos e soluções inovadoras que tenham potencialidade para dinamizar indústrias pernambucanas e aumentar sua competitividade. Os projetos serão selecionados por chamada pública através de edital. 
    A previsão é que a INBARCATEL tenha até 10 projetos de inovação em execução até 2017. Os projetos incubados ocuparão espaços múltiplos de 25m2, de acordo com a necessidade de cada projeto.   Os projetos incubados poderão ter apoio para desenvolvimento dos projetos de instituições públicas estaduais. O modelo de incubação é inovador no Brasil.
    Para testar o modelo já está funcionando no CGTA um projeto piloto desta natureza com parceria da Universidade de Pernambuco, de um ICT de abrangência nacional (FITec) e de empresa multinacional, envolvendo a montagem de um laboratório de desenvolvimento.
    Centro de Manufatura Avançada - Está sendo implantado também um centro de Pesquisa e Inovação em manufatura avançada (CMA-PARQTEL), com objetivo de dar suporte ao setor industrial do estado para aumentar sua competitividade nacional e internacional. Os serviços tecnológicos oferecidos estarão alinhados com a rota tecnológica de indústria 4.0 estabelecida no processo de requalificação do PARQTEL e foram definidos a partir da demanda local e regional por serviços de prototipação e ensaios de conformidade pelas indústrias.
    A necessidade de serviços de prototipação foi apontada como demanda necessária por unanimidade nas indústrias, por não existir esse tipo de serviço no Nordeste. Dentre os serviços de prototipação foram identificados dois tipos principais: prototipação mecânica (para geração de protótipos mecânicos de produtos e matrizes para fabricação de peças) e prototipação eletrônica (linha de montagem de placas de circuitos eletrônicos para geração de protótipos industriais).
    Para atender a demanda das indústrias, estão sendo montados quatro laboratórios para prestação de serviços tecnológicos, com recursos de R$ 3.805.000,00 da FINEP, além de contrapartida de R$ 1,029 milhão do Governo do Estado.
    FACEPE – A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco apoia, através de edital com recursos de R$ 1 milhão, atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica, mediante a seleção de propostas para concessão de apoio financeiro a projetos a serem desenvolvidos no PARQTEL.
    O edital tem como objetivo apoiar, visando desenvolver competências no estado de Pernambuco para a indústria de manufatura avançada, nas seguintes áreas: Eletroeletrônicos; Desenvolvimento de sistemas embarcados; Equipamentos e soluções para setor automotivo; Geração e armazenamento de energias renováveis; Design e Modelagem de novos produtos resultantes de convergência dos setores de eletrônica, mecânica, TIC e design; Automação de Processos Industriais na área de Eletroeletrônica e Metal Mecânica; Desenvolvimento e teste de equipamentos de telecomunicações; e Desenvolvimento e teste de equipamentos médico-hospitalares, próteses e órteses.
    A Facepe também irá apoiar projetos para criação e/ou expansão de Laboratórios de Manufatura Avançada para o desenvolvimento tecnológico e de inovação, bem como a Formação de Recursos Humanos nas Escolas Técnicas situadas no estado de Pernambuco.
     PARQTEL - O Parqtel é um programa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) do Governo do Estado de Pernambuco, localizado no Curado. Ocupa uma área de aproximadamente 160.000m², em uma região estratégica da Região Metropolitana do Recife, próximo ao campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), campus avançado da Universidade de Pernambuco (IIT-UPE), do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), do Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (CETENE), do Centro Regional de Ciências Nucleares (CRCN) e do Instituto de Tecnologia do Estado de Pernambuco (ITEP).
    O Parqtel conta com uma sede, o Centro de Gestão Técnica e Administrativa (CGTA) que uma área de aproximadamente 1956 m2, construídos em um terreno de 7135 m2, e inaugurado em 2012. Com a finalidade de gerir e apoiar a execução dos objetivos do PARQTEL, o CGTA dispõe de uma infraestrutura completa, composta por: área para gerencia, sala para reunião, sala de servidor com conexão à Internet, quatro banheiros amplos, copa, guarita com vigilância patrimonial 24 horas por dia, sistema com 24 câmeras de vigilância, e mais 11 salas de 25 m2 ou 50 m2.

Nenhum comentário:

Postar um comentário