quinta-feira, 7 de julho de 2016

O SONHO E A REALIDADE DO PARQUE CAPIBARIBE NO RECIFE - Por Augusto Saboia

Inamara Mélo - Secretária de Meio Ambiente e sustentabilidade do Recife

Reunião da COMAM

Reunião da COMAM

Participei da reunião promovida pela COMAM sobre o Projeto Parque Capibaribe, capitaneada pela Secretária de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife, Inamara Mélo e o Secretário Executivo de Sustentabilidade, Maurício Guerra e pude constatar a grandiosidade do projeto e o bem que pode fazer a área de sua abrangência, mudando completamente a forma de ver, viver e construir a cidade.

O SONHO:  O caminho, segundo os gestores, vai ser longo e tortuoso, se tudo der certo terminará no ano de 2037 quando o Recife completa 500 anos.

Sinto uma tremenda dificuldade de acreditar que isso venha acontecer devido ao histórico levando em conta as administrações de nossa cidade, quando mudam os gestores, tudo de bom ou ruim dos antecessores são jogados na lata do lixo.

Exemplos não faltam, o Recife Antigo é o exemplo mais criminoso que presenciei até hoje, quando o Prefeito Jarbas Vasconcelos num trabalho de 8 anos recuperou quase que totalmente o bairro e nos 12 anos da administração seguinte em vez do trabalho ser continuado melhorando o que estava bom e fazendo o que faltava, foi abandonado, empresários faliram, a degradação voltou e só agora, depois de muita luta, começa a ter um sopro de vida.  

Por isso espero que esse projeto seja muito bem amarrado, com Leis que obriguem as próximas administração a continuar e fazer apenas as modificações que se fizerem necessárias para adequamento as condições do momento que for executado, já que será construído em módulos.

A REALIDADE: A realidade é o que está sendo feito hoje, o Parque do Baobá, executado pela iniciativa privada e a área que envolve o bairro das Graças que a licitação será lançada em agosto e o dinheiro está garantido, bastando apenas a liberação da Caixa Econômica.

Espero sinceramente que esse projeto continue nas novas administrações que se seguiram até o ano de 2037, mas não tenho tanto otimismo assim, espero estar errado.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário