quarta-feira, 6 de julho de 2016

Oficina capacita jovens com artesanato e geração de renda no Sertão do Pajeú (PE)

FOTO: Acervo Diaconia


Por Carlos Henrique Silva*


Diante dos desafios vivenciados pela juventude da zona rural na geração e trabalho e renda a partir do artesanato, grupos produtivos têm encontrado, em oficinas de capacitação, as saídas para o acesso aos mercados e à economia solidária. É o caso do grupo de jovens mulheres da comunidade de Barreiros, município de Carnaíba, no Sertão do Pajeú (PE), que participou de uma oficina de pintura em tecido nos últimos dias 11 e 12.

De acordo com a assessora político-pedagógica Risoneide Lima, a atividade é fruto de uma solicitação do próprio grupo, que conta com 12 integrantes, sendo realizada pela Diaconia com o apoio da agência Pão para o Mundo através do projeto "Vida Plena para o Povo do Nordeste". “O curso tem perspectiva de aperfeiçoamento com outras técnicas e assessoria na gestão”, acrescenta Risoneide.

Instrutor do curso, o estudante Edvaldo Moreno afirma que a capacitação é o começo de uma caminhada que o grupo terá de trilhar para sua autonomia econômica. “Durante o curso, elas se mantiveram bem entusiasmadas e empenhadas, e mostraram grande potencial. Nossa região é carente de produção de cultura, poucas pessoas praticam esse trabalho, e assim já é uma oportunidade de fortalecimento pro grupo.”

A própria experiência compartilhada pelo instrutor foi um dos pontos positivos da formação. Edvaldo, de 19 anos, faz parte de um grupo de jovens especializado na produção de biojoias na comunidade de Riacho Fundo, no mesmo município, uma iniciativa que teve apoio do projeto Semiá (saiba mais aqui). “Agora é com elas a responsabilidade de por isso em frente”, destacou o jovem.


* Carlos Henrique Silva é assessor de comunicação da Diaconia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário